Drones farão rastreamento do mosquito Aedes Aegypti em João Pessoa

    0

    Começou nesta quinta-feira (17) o mapeamento, por meio de drone, dos imóveis abandonados e terrenos baldios, realizado pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) para rastrear possíveis focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus, relacionado aos casos de microcefalia.

    O equipamento irá sobrevoar diariamente áreas já mapeadas pelos agentes de endemias da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). A primeira área monitorada está sendo o bairro Valentina Figueiredo. Nesta sexta-feira (18) será a vez dos bairros de Cristo Redentor e Rangel.

    Ao todo, serão 10 dias de mapeamento e as imagens serão monitoradas em tempo real. O equipamento capta imagens em formato fullhd e permite a identificação de criadouros menos perceptíveis do Aedes aegypti.

    “O drone nos fornece uma visão ampliada do território que o agente de saúde ambiental não consegue ao nível de solo. A tecnologia utilizada pela prefeitura por meio deste equipamento só vem a somar no enfrentamento ao mosquito”, afirmou Silvio Ribeiro, diretor de Vigilância em Saúde da SMS.

    Parceria – Além da utilização da tecnologia do drone, agentes de saúde ambiental e agentes da Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur) estão seguindo o mesmo calendário de mapeamento fazendo a limpeza dos terrenos baldios e orientando a população da região com recomendações para o combate do mosquito.

    “Os agentes estão orientando as pessoas a não acumularem lixo nos terrenos e entregarem aos agentes da Emlur nos dias de recolhimento de resíduos. Não há necessidade de fazer o descarte de materiais inservíveis em terrenos baldios”, orienta Nilton Guedes, gerente de Vigilância Ambiental da SMS.

    A PMJP possui 350 agentes de saúde ambiental que, este ano, já realizaram aproximadamente 600 mil vistorias em residências da Capital. No mesmo período, foram recolhidos cerca de 110 mil pneus.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here