Dor de cabeça? Especialista revela alguns hábitos que podem desencadear enxaqueca

    0

    O problema de saúde mais conhecido como dor de cabeça, infelizmente faz parte do cotidiano de milhares de pessoas de todo o mundo. De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), aproximadamente 20% da população mundial sofre com o mal da enxaqueca. No Brasil, cerca de 30 milhões de pessoas afirmam sentir com frequência os sintomas.

    Caracterizada por dores intensas, pulsáteis, geralmente de um dos lados da cabeça, a enxaqueca pode vir acompanhada de náuseas, vômitos e pioram com barulho e luminosidade.

    Estima-se que 15% das mulheres e 5% dos homens sofrem desse mal, que atinge predominantemente adolescentes e adultos jovens.

    As causas são diversas, mas o que poucas pessoas sabem é que em muitos casos essas dores são resultados de uma alimentação desequilibrada e até mesmo intoxicação alimentar.

    Hábitos alimentares

    De acordo com o médico Patrick Rocha, especialista no tratamento de diabetes e pesquisador na área da nutrição, alguns hábitos alimentares estão diretamente relacionados com as crises de enxaqueca.

    “Algumas pessoas apresentam sensibilidade maior a alguns alimentos e estes podem desencadear crises, como é o caso de alguns pacientes que apresentaram sensibilidade ao amendoim, laticínios, como queijos, iogurtes adoçados, e até chocolate”, revela o médico.

    Rocha ainda destaca que é importante nestes casos buscar identificar ou associar a ingestão do alimento com o surgimento da crise, evitando o consumo desses alimentos.

    Um dos casos clínicos mais graves que chegou ao consultório do médico foi o de uma paciente que sofreu durante 15 anos com enxaquecas. Estudando o caso da paciente, o médico descobriu que as dores eram desencadeadas pela ingestão de queijos. Foi só retirar o alimento, que as dores deixaram de fazer parte da rotina diária.

    Glúten

    Outro vilão da enxaqueca, que nos últimos meses entrou no alvo das dietas, é o glúten. O glutén é uma proteína presente principalmente no trigo e em alimentos que são farináceos de trigo, como pães, massas e biscoitos.

    “O glutén pode causar uma série de problemas ao corpo e inclusive desencadear a enxaqueca. Além disso, não podemos esquecer que o estresse, dietas restritivas demais, consumo exagerado de álcool, açúcar e amido são grandes sabotadores da saúde”, reforçou Dr. Rocha.

    O desconforto provocado pela enxaqueca é muitas vezes incapacitante, prejudica o trabalho, estudos, momentos de lazer e causa muito sofrimento. Apenas atacar os sintomas não resolverá o problema definitivamente.

    As causas podem ser diversas, mas é essencial compreender que a alimentação com certeza é um fator muito relevante a ser analisado ao buscar o tratamento.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here