DNIT deixa ponte interditada há 6 meses e população do Curimataú protesta

    0

    A ponte do Rio Piaba – Km 79 da BR 104 próximo à cidade de Remígio -, que dá acesso a Campina Grande e João Pessoa para os municípios da região do Curimataú e Seridó paraibano, se encontra interdita há mais de seis meses. Moradores da região estão denunciando que o desvio no local é de quase 200 metros, o que tem causado transtorno para quem trafega pelo local, principalmente no período noturno.

    A população está revoltada com o descaso do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), que até agora adotou instalou lombadas físicas no local, com única ação para minimizar os transtornos.

    Como forma de protestar, moradores e usuários da rodovia criaram o movimento ‘S.O.S ponte do Rio Piaba BR 104’. Eles estão coletando assinaturas no abaixo-assinado pela região e prometem promover uma grande manifestação pública.

    “A maior preocupação nossa é com a chegada do inverno, já que o trecho ficará intransitável. Se a obra demorar, certamente as chuvas irão retardar a conclusão da reforma e, nesse caso, os usuários terão que usar outras rodovias para chegar a Campina Grande, o que demanda maior custo com combustível”, observou um morador da cidade de Cuité.

    “Além disso, pode afetar a resposta ao socorro às vítimas pelas ambulâncias que são encaminhadas para a rede de alta complexidade mais próxima, que é em Campina Grande”, acrescentou.

    Em contato com a reportagem, o engenheiro do DNIT, Leonardo Marinho Dumont, revelou que a previsão para a conclusão da reforma da ponte do Rio Piaba é de seis meses. Segundo ele, o projeto está em andamento.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here