Diretor endossa denúncias feitas por funcionários do Trauminha de JP

    0

    Funcionários do Ortotrauma de Mangabeira, gerido pela Prefeitura de João Pessoa, têm utilizando as redes sociais nas últimas horas para denunciar a constante falta de equipamentos e de material para o atendimento a pacientes vítimas de acidentes ou com fratura exposta. O problema tem provocado a superlotação do Hospital de Trauma, gerido pelo Governo do Estado.

    De acordo com denúncias de funcionários, no Trauminha não existe material de síntese, como fios e fixador externo, já que todas as caixas foram recolhidas pela Ortoplan, empresa fornecedora dos produtos. Eles afirmam ainda que as pessoas vítimas de fratura exposta que estão chegando à unidade estão sendo encaminhadas ao Hospital de Trauma.

    De acordo com o médico Edvan Benevides, diretor do Hospital de Trauma, a crise no Trauminha tem provocado superlotação na unidade. “O que eu posso dizer é que desde julho de 2015 que já observamos um aumento em 50% no número de atendimentos no Trauma, que saltaram de uma média de 5 mil atendimentos por mês para cerca de 8 mil atendimentos”, afirmou.

    O médico afirmou que o problema também tem afetado os idosos, fazendo com que o Trauma atenda cerca de 500 pacientes da terceira idade a mais por mês desde julho. “O que nos preocupa é que esses dados coincidem com a nova pactuação da ortotraumatologia entre Trauma e Ortotrauma, reforçando a crise no atendimento às vítimas”, enfatizou Edvan Benevides. As informações são do PB Agora.

    Confira abaixo denúncia feita pelo WhatsApp:

    Diretor endossa denúncias feitas por funcionários do Trauminha de JP

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here