Direito de Resposta: Dinaldinho rebate Nabor Wanderley sobre fraude no INSS

0

A assessoria do candidato a prefeito de Patos pelo PSDB, Dinaldinho Wanderley, encaminhou nota à Redação para rebater denúncia formulada pelo candidato do PMDB, Nabor Wanderley durante debate realizado na Rádio Espinharas e repercutida no Paraíba Já.

Leia também:

Durante debate, Nabor revela que Dinaldinho é processado por fraudar o INSS

Leia abaixo a nota de Dinaldinho:

Dinaldinho mostra a verdade sobre as acusações que sofreu do candidato Nabor Wanderley no debate da Rádio Espinharas

O candidato Dinaldinho Wanderley (PSDB), foi acusado pelo candidato Nabor Wanderley (PMDB), no debate realizado pela Rádio Espinharas de está respondendo vários processos. Neste sentido o candidato Dinaldinho vem mostrar a verdade e esclarecer que não responde a nenhum processo de improbidade administrativa e criminal e sim processo cível.

Na realidade os processos em que o INSS, é parte, são de suspeição, pelo fato do candidato Dinaldinho ser o único ortopedista da região de Catolé do Rocha, onde atende particularmente em seu consultório e ao mesmo foi nomeado por indicação da própria justiça como perito.  E o referido processo é para apenas esclarecer se ele pode desenvolver as duas atividades.

“Tenho uma vida limpa e jamais será maculada de forma arbitraria, sou um candidato honesto e o povo de Patos sabe disso”, afirmou o Dinaldinho apresentado todas as suas certidões negativas, o que lê credencia para ser candidato, bem como, mostra que não existe nenhum processo que possa impedir de disputar as eleições de 2016.

Direito de Resposta: Dinaldinho rebate Nabor Wanderley sobre fraude no INSS

Direito de Resposta: Dinaldinho rebate Nabor Wanderley sobre fraude no INSS

Direito de Resposta: Dinaldinho rebate Nabor Wanderley sobre fraude no INSS

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here