Dirceu é indiciado pela 3ª vez em meio às investigações da Lava Jato

0

José Dirceu, ex-ministro do governo Lula, foi indiciado pela terceira vez em decorrências das investigações da Operação Lava Jato. A Polícia Federal (PF) afirma que há indício de que o ex-ministro tenha cometido os crimes de corrupção ativa, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro.

Os investigadores da PF suspeitam que o ex-ministro tenha recebido dinheiro das empresas Hope e Personal, que mantinham contrato com a Petrobras. Em troca de e-mails e mensagens de celulares entre executivos, funcionários das empresas e operadores, Dirceu é tratado como “o VIP”.

O inquérito foi concluído em 22 de junho. Outras sete pessoas também foram indiciadas, entre elas Roberto Marques, ex-assessor de Dirceu conhecido como Bob.

Veja a lista dos indiciados
– Milton Pascowitch
-José Adolfo Pascowitch
– Rogério Penha da Silva
– Raul Andres Ortuzar Ramirez
-Wilson da Costa Ritto Filho
– José Dirceu de Oliveira e Silva
– Roberto Marques

Pelo relatório, essas suas empresas – que mantinham contrato contrato de tercerização de mão-de-obra com a Petrobras – custeavam despesas pessoais de Dirceu. A defesa de José Dirceu, representada pelo advogado Roberto Podval, disse que não vai se manifestar antes de analisar o conteúdo do indiciamento.

Condenação
Dirceu foi condenado a 20 anos e 10 meses de prisão por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Ele foi acusado de receber propina de empresas terceirizadas que prestavam serviços à Petrobras. Ele ainda é réu em outra ação que apura irregularidades na estatal em contrato de compra de tubos.

As informações são do G1.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here