Deputados paraibanos divergem sobre aprovação da PEC da Vaquejada

0

Os deputados federais paraibanos Luiz Couto (PT) e Efraim Filho (DEM) divergiram, nesta terça-feira (6) sobre a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 270/16, que classifica os rodeios, as vaquejadas e suas expressões artístico-culturais como patrimônio cultural imaterial brasileiro.

O deputado Luiz Couto (PT-PB) lembrou que há muitas pessoas preocupadas com a prática, que explora os vaqueiros assim como os animais. “Todo o lucro está com os donos das vaquejadas, e é isso que querem defender os que são favoráveis à PEC”, criticou.

Mas o deputado Efraim Filho (DEM-PB) lembrou que há uma cadeia produtiva por trás da atividade, dos artesãos que fazem os arreios e laços, comerciantes, veterinários, além do turismo. “Temos hoje cuidado com a proteção dos animais, faixa de areia no lugar da queda e proibição de esporas e açoite”, destacou.

A aprovação da PEC ocorreu na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) e agora a proposta será encaminhada para análise de uma comissão especial. Depois, seguirá para o Plenário, onde será votada em turnos.

Comente

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here