Deputado sentencia: “de um presidente minúsculo, é claro que teremos atos minúsculos”

0

O deputado estadual Anísio Maia (PT) ironizou a atitude da Presidência da República em não ter tempo para receber em audiência o governador Ricardo Coutinho (PSB) para tratar de recursos destinados para conclusão de obras em andamento no Estado.

Para o petista, não há nenhuma surpresa de um “governo golpista” e não poupou críticas ao presidente Michel Temer. “De um presidente minúsculo, é claro que teremos atitudes minúsculas. Não há nenhuma surpresa nisso. A política desse povo é só retaliar todos os governos que lutaram pela democracia e que apoiaram a presidente Dilma”, declarou.

Anísio ainda relembrou que no início do governo Temer, bilhões foram liberados para mais de dois mil municípios brasileiros e que, de acordo com levantamento publicado pelo jornal “O Estado de São Paulo”, com dados da Controladoria Geral da União (CGU), maioria destes municípios eram geridos por aliados do governo federal.

“Foi publicado em artigo no Estadão que foram liberados mais de R$ 2 bilhões de recursos diversos, às vésperas da eleição, e a grande maioria para Estados aliados do governo federal. O negócio é esse: tem recursos para os aliados, mas não tem para quem são independentes. Na verdade, Ricardo Coutinho não é oposição, é independente. Isso é uma agressão à Paraíba, está confrontando nosso Estado e não o governador Ricardo Coutinho. Cabe a nós uma reação muito forte”, defendeu.

Comente

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here