Deputado paraibano pode perder presidência de CPI, revela colunista da Revista Veja

    0

    Indicado por seu partido para presidir a futura CPI dos Fundos de Pensão na Câmara Federal, o deputado paraibano Efraim Filho (DEM) corre o risco de ser ‘apeado’ do comando da Comissão antes mesmo de ela ser instalada.

    Foi o que revelou nesta quinta-feira (6) o jornalista Lauro Jardim, que assina a coluna Radar On-line, veiculada na versão eletrônica da Revista Veja.

    Segundo o colunista, o PMDB considera a presidência da CPI “muita areia para o caminhão do DEM”, por isso reivindica o cargo para o deputado peemedebista Sérgio Souza.

    Confira abaixo a nota:

    Impasse entre PMDB e DEM

    A costura do acordo para a presidência da CPI dos Fundos de Pensão colocou Eduardo Cunha e o PMDB num impasse.

    Cunha prometeu a presidência para o DEM, e o partido já indicou Efraim Filho.

    O PMDB quer o posto e argumenta que o cargo é muita areia para o caminhão do DEM. Querem Sérgio Souza na presidência.

    O risco, argumentam os peemedebistas, é haver divisão no PMDB e por fora o PT conseguir articular um outro nome. Com isso, a CPI criada para ser uma tremenda estocada de Cunha no governo pode se voltar contra ele.

    Mas descumprir o acordo com o DEM também não seria lá um bom negócio. Nem do feitio de Cunha.

    Por Lauro Jardim

    Deputado paraibano pode perder presidência de CPI, revela colunista da Revista Veja

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here