Deputado paraibano defende estadualização do hospital municipal de Sapé

0

Deputado paraibano defende estadualização do hospital municipal de SapéO deputado estadual Anísio Maia (PT) propôs nesta quarta-feira (9), na Assembleia Legislativa, que o hospital regional Sá Andrade, localizado na cidade de Sapé, tenha sua gestão repassada para o Governo do Estado. A unidade é administrada pela prefeitura local.

“Quero chamar atenção e fazer um apelo ao governo do estado sobre a situação do hospital Sá Andrade, na cidade de Sapé. Posso falar com segurança porque já fiz três visitas àquele hospital que resultaram em uma grande preocupação ao perceber a precariedade com que a população de Sapé vem sendo atendida. Não tem higiene, conforto, estrutura adequada e nem os equipamentos para os mais básicos serviços de saúde,” disse Anísio Maia.

O deputado revelou que, na noite desta terça-feira (8), participou de uma audiência pública na Câmara Municipal de Sapé sobre a situação do hospital do município. De acordo com Anísio, “ficou constatada total inviabilidade de aquele equipamento continuar sendo gerido pela prefeitura. A situação se agravou tanto que o hospital foi interditado, permanecendo apenas os procedimentos ambulatoriais. Do modo como está, o Sá Andrade não oferece as mínimas condições de funcionamento”.

“Fiquei abismado durante a audiência pública ao constatar que aquele hospital representa mensalmente apenas R$183 mil. É um investimento muito pequeno para um hospital daquela magnitude e para a quantidade de pessoas por ele assistidas. O resultado de tamanha falta de investimentos não poderia ser diferente: interdição das instalações e a população de Sapé precisando correr para Santa Rita ou Guarabira buscando receber atendimento médico”, acrescentou o deputado.

“Não quero colocar nem o Governo do Estado e nem a prefeitura de Sapé em saia justa. A meu ver, se a prefeitura não destina a quantidade necessária, a saída seria estadualizar a gestão daquele hospital. Evidente que esta medida requer estudos e planejamentos, sobretudo no que se refere ao orçamento em uma época de crise. Mas, que ao menos as Secretarias de Planejamento, Administração e Saúde pensassem nesta possibilidade para salvar a população de Sapé de tantos transtornos”, completou Anísio.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here