Deputado paraibano acusa Cunha de pressão aos parlamentares e diz que ele é um ditador

    0

    Apenas dois parlamentares da Paraíba votaram contra a redução da maioridade penal nas duas votações ocorridas na Câmara Federal. Para o deputado federal Luiz Couto (PT), que votou contra, o presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha (PMDB) agiu com “arbitrariedade” ao supostamente ter pressionado colegas a votarem a favor da emenda.

    Na manhã desta sexta-feira (3) o deputado federal Luiz Couto (PT), pronunciou sua insatisfação com o ocorrido. “O presidente da Casa age como um ditador, mas vamos entrar na justiça contra aquela votação, temos o apoio da OAB. Ele (Eduardo Cunha) não pode perder uma, foi assim com a reforma política, e agora com a redução da maioridade penal”, disse.

    Para Couto, o peemedebista feriu o Regimento do Poder Legislação e a Constituição Federal por apresentar a mesma proposta na Legislatura. “A democracia tem regras e não podem ser modificadas a bel-prazer do presidente da Câmara”, avaliou.

    O outro parlamentar que votou contra a redução da maioridade penal foi o deputado Damião Feliciano.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here