Deputado e senador da Paraíba receberam doações de empresas investigadas pela PF

    0

    Dos deputados e senadores da atual legislatura, pelo menos 121, entre eles um deputado federal e um senador paraibano, receberam dinheiro oficialmente como doação de campanha de empresas investigadas pela operação Lava-Jato, da Polícia Federal.

    Levantamento feito pelo site da VEJA nos registros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) revela que 96 dos parlamentares da Câmara e 25 do Senado estão na lista de beneficiados por repasses feitos por fornecedores da Petrobras. Tais fornecedores investigados doaram, oficialmente, 856 milhões de reais a partidos e candidatos entre os anos de 2006 e 2012. As doações foram feitas como manda o figurino, e não há até o momento qualquer suspeita sobre quem recebeu o dinheiro.

    As empresas doadoras passaram a ser investigadas pela Lava-Jato porque depositaram recursos para a M.O. Consultoria – empresa de fachada do doleiro Alberto Youssef – ou porque foram cobradas a fazer doações pelo doleiro Alberto Youssef e pelo ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa. O grupo de congressistas eleitos atualmente em atividade recebeu, ao todo, 29,7 milhões de reais de um conjunto de 18 grupos empresariais sob suspeita.

    Parlamentares paraibanos que receberam doações do grupo

    Os beneficiados pelos grupos suspeitos formam uma bancada multipartidária, onde o deputado federal do PMDB Manoel Júnior e o senador do PSDB Cícero Lucena receberam doações. De acordo com a reportagem do site de VEJA, Manoel Júnior recebeu R$ 50 mil e Cícero Lucena R$ 25 mil.

     

    Com informações de VEJA

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]