Deputado critica obsessão de Cartaxo por candidatura e defende nome de Romero

0

Mesmo sem nominar o prefeito de João Pessoa, o deputado estadual Guilherme Almeida (PSC) criticou, na quinta-feira (9), a forma como Luciano Cartaxo (PSD) tem se portando no processo de escolha do candidato de oposição ao Governo do Estado. Em entrevista ao Paraíba Já, o parlamentar comentou o desabafo feito prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), na última terça-feira (7), e negou que o tucano tenha desistido de disputar a sucessão do governador Ricardo Coutinho (PSB), em 2018.

Leia também:

Romero: candidaturas na PB em 2018 serão registradas na polícia em vez do TRE; ouça

Ouça abaixo o desabafo de Romero:

“Eu creio que o prefeito quis dizer que ninguém pode partir obcecadamente e com tamanha antecedência para discutir um posicionamento muito sério, que é campanha governamental do estado da Paraíba do próximo ano. Não cabe essa prematura discussão agora, de forma exagerada e exacerbada”, disse.

Aliado de primeira hora de Romero, Guilherme Almeida disse ainda que o prefeito tucano tem “todos os atributos” para governar a Paraíba. “O prefeito tem o perfil hoje, diga-se de passagem, que a sociedade exige para o político atual. Tem competência, uma extrema discrição e compromissos assumidos e cumpridos, que lhes renderam um segundo mandato de forma esplendorosa no primeiro turno, numa infinidade de votos… Então, tem todos os atributos para ser o próximo governador da Paraíba”, enfatizou.

Para Guilherme, o que tem incomodado Romero é a forma “açodada” como o processo de escolha do candidato de oposição ao Governo tem sido conduzida. “O que ele não aceita, creio eu, é que se parta de uma forma açodada, sem um lastro, sem uma coerência, sem uma harmonia, visando uma vitória, que é a retomada da oposição nas próximas eleições”, pontuou.

O deputado finalizou garantindo que Romero continua na disputa pelo Governo do Estado em 2018. “O prefeito quer dizer que no próximo ano, historicamente se comprova que as eleições só são articuladas, decididas as chapas no ano da própria eleição, é que se daria o momento oportuno, e que ele tem tamanha responsabilidade para com a cidade tão grande e importante para a Paraíba, como Campina Grande, que vai cumprir sua obrigação, dar continuidade ao seu mandato administrativo, mas que continua de pé, firme no propósito, sem essa loucura, repito, exacerbada, para ser governador”, declarou Guilherme Almeida.

Comente

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here