Denúncia ao 197 resulta na prisão de acusado de homicídio no Sertão

    0

    Informações repassadas pela população ao serviço 197 – Disque Denúncia da Secretaria da Segurança e da Defesa Social (Seds) mantiveram na prisão Widsley Sousa Vasconcelos, conhecido como Ley. Ele foi detido pela Polícia Militar na quinta-feira (26), em Patos, e afirmou à Polícia Civil ser menor de idade quando na verdade tinha 19 anos e mandado de prisão por homicídio na cidade de Santa Rita.

    Ley foi preso juntamente com um adolescente de 13 anos, apreendido. Ambos estavam traficando drogas em Patos quando foram abordados pela Polícia Militar. Na delegacia, Widsley afirmou que tinha 15 anos. No entanto, segundo a Polícia, a denúncia recebida pelos investigadores por meio do 197 revelou que ele era maior de idade, o que foi confirmado pela Polícia Civil. Também foi denunciado que a família iria apresentar um documento falso para retirá-lo da prisão.

    Outra informação repassada foi a de que Ley estava com mandado de prisão em aberto por assassinar Emerson Maciel da Silva, fato também confirmado pela Delegacia Seccional de Santa Rita. Contra Widsley foi cumprido mandado de prisão preventiva e ainda feito flagrante pelo tráfico de drogas.

    O delegado seccional de Patos, Sylvio Rabelo, destacou a importância do serviço 197 para a elucidação de crimes e prisão de acusados de autoria. “O Disque Denúncia é mais uma ferramenta da Polícia Civil no enfrentamento ao crime e as informações repassadas pela população tem auxiliado o trabalho de investigação desenvolvido todos os dias pela instituição. A ligação é gratuita e o sigilo da identidade do denunciante é garantido”, frisou.

    O Gerente Operacional do Disque Denúncia, João Micena, também falou sobre a participação dos cidadãos para o desfecho do caso. “Devemos agradecer novamente à população, que compreende a seriedade do nosso trabalho e nos repassou esse informe tão relevante. Isso só aumenta nossa responsabilidade em dar cada vez mais uma resposta rápida e eficiente para as denúncias recebidas”, ressaltou.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: redacao@paraibaja.com.br

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here