Deficiência no Samu: auxiliar de RC rebate secretário de Cartaxo: “desculpa barata”

0

O jornalista Luís Tôrres, secretário de Comunicação do Estado, rebateu, nesta quarta-feira (25), o secretário de Saúde de João Pessoa, Adalberto Fulgêncio, que responsabilizou o Governo da Paraíba pela diminuição do número de ambulâncias do Samu na Capital. De acordo com o auxiliar da prefeitura, o Hospital de Trauma, gerido pelo Estado, está retendo macas do Serviço Móvel de Urgência, o que tem dificultado a circulação das ambulâncias.

Para Luís Tôrres, o secretário de Saúde quer tentar transferir para o Governo do Estado os problemas inerentes à Prefeitura de João Pessoa. “Todas as vezes que a gestão municipal se vê ‘arrochada’, procura acusar o Governo do Estado. Isso não passa de desculpa barata e verbalizada”, disparou o jornalista. “É desvio de foco”, completou.

Nos últimos dias, tem aumentando o número de reclamações de pessoas que procuram pelo atendimento do Samu. O secretário Adalberto Fulgêncio admitiu que João Pessoa conta hoje com apenas 10 ambulâncias para atender uma população de 1.268 mil.

Servidores do Samu de João Pessoa têm revelado à imprensa que a demissão de prestados de serviço, feita pelo prefeito Luciano Cartaxo (PSD) no início deste, tem contribuído para a diminuição do número de ambulâncias para atender a população pessoense.

As declarações dos secretários Adalberto Fulgêncio e Luís Tôrres foram dadas à Rádio Correio FM.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here