Defesa Civil diz que JP sofre com chuvas por conta das “galerias centenárias”

0

As chuvas desta sexta-feira (03) voltaram a provocar alagamentos e transtornos em vários pontos de João Pessoa. entre os mais críticos estão a Avenida Sérgio Guerra, conhecida como a principal dos Bancários,  que voltou a ser inundada e a área onde fica a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU). Nesses dois casos o tráfegos veículos foi comprometido por cerca de uma hora.

Segundo Noé Estrela, coordenador da Defesa Civil de João Pessoa, os alagamentos foram pontuais e o transtorno menor do que em outras ocasiões. “Está tranquilo. Terminou o dia razoavelmente bem depois de uma chuvarada que chegou a mais 80 milímetros. Tem alagamentos por conta de galerias que são muito antigas, mas mesmo assim não é algo que causa tanto transtorno”, avaliou.

“Se você tiver chuva acima da média de chuvas que a estrutura da cidade comporta, os alagamentos são inevitáveis – aqui e em qualquer outra cidade do mundo”, complementou.

Noé Estrela destacou que mesmos com as inundações registradas, o impacto foi reduzido consideravelmente quando se avalia  a quantidade de chuvas e o número de famílias em áreas de risco que precisaram ser desalojadas.

“Em 2013 ,mais de duas mil famílias tiveram de ser desalojadas devido alagamentos e em 2016, por exemplo,  em abril choveu mais de 300 milímetros em menos de 72 horas e só 27 família tiveram de ser desalojadas”, exemplificou.

O coordenador da Defesa Civil ainda citou alguns fatores que influenciam nos alagamentos que acontecem em João Pessoa após fortes chuvas, como a baixa capacidade das galerias de esgotos.

“A maré causa esse impacto na área da CBTU por conta da conta que a galeria, que é centenária,  não consegue comportar (o fluxo de água com as chuvas). O nível da maré fica praticamente igual ao da galeria quando a maré está alta e isso se soma”, explicou ele sobre um dos pontos críticos das inundações registradas na capital paraibana.

 

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here