De madrugada, deputados rejeitam financiamento privado de campanha na Constituição

    0

    A Câmara dos Deputados rejeitou nesta terça-feira (26), ao analisar a proposta de reforma política, incluir na Constituição Federal a doação de empresas a partidos políticos e campanhas eleitorais. A emenda recebeu 264 votos favoráveis, 207 contrários e houve quatro abstenções. Mas, por se tratar de proposta para alterar a Constituição, eram necessários 307 votos a favor.

    Com isso, o atual modelo misto de financiamento de campanhas eleitorais (público e privado com doações de pessoas físicas e jurídicas) fica inalterado.

    A Câmara ainda analisará nesta quarta (27), a partir das 12h, emendas que incluem na Constituição autorização para doações de empresas somente a partidos políticos e que autorizam somente doação de pessoas físicas a partidos e candidatos

    No entanto, na visão de Cunha, as votações desta madrugada mostraram que a Câmara “não quer mudar nada” do sistema político e eleitoral do país. “A Casa quer continuar como está. Está rejeitando mudanças. Acho que não vai passar nada. Não vai passar fim da reeleição, não vai passar coincidência eleitoral”, disse o peemedebista.

    As informações são do G1.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here