Cruzamento sem sinalização no bairro da Torre ainda é causa de acidentes constantes

    0

    O problema de recorrentes acidentes no cruzamento da Avenida Sinésio Guimarães com a Rua Sub-tenente Manuel Gato, no bairro da Torre, em João Pessoa, continua acontecendo e preocupa moradores e frequentadores das vias.
    Nesta sexta-feira (11) mais uma colisão foi testemunhada por todos.

    Um veículo Peugeot 207, que vinha pela Manuel Gato e tentava cruzar a Sinésio Guimarães, atingiu a lateral de um Novo Uno que passava pela avenida. Ninguém saiu ferido. O condutor do Peugeot 207 não quis se identificar e disse apenas que o outro veículo vinha em alta velocidade.

    LEIA MAIS:

    Colisões são rotina na Torre: em menos de 5h, dois acidentes em cruzamento mal sinalizado
    Na Torre: cruzamento sem sinalização causa acidentes quase diários

    A motorista do Novo Uno, a estudante de enfermagem Fernanda Carla Guedes, que seguia pela avenida para o centro, relatou que mantinha uma velocidade de 40 km. Ela afirmou que o outro condutor não respeitou a sinalização e estava ao telefone celular quando causou o acidente. Fernanda disse ainda que faz o percurso diariamente e nunca sofreu nenhum acidente de transito anteriormente.

    O morador Orlando Gomes de Melo informou que os acidentes no cruzamento são constantes e que ele, juntamente com outros moradores e o proprietário de uma agência publicitária, que fica localizada na esquina de uma das vias, levaram diversas fotos de ocorrências no local e um documento ao Detran solicitando um semáforo para área, pois acreditam que a instalação do aparelho resolveria o problema e traria tranquilidade a todos.

    Curiosos que estavam acompanhando a movimentação relataram que outros acidentes aconteceram nesta sexta no cruzamento e que a população que reside e frequenta a área acredita que a única solução para acabar com essa sucessão de acidentes é a instalação de um semáforo no local.

    A reportagem do Paraíba Já denunciou a situação de acidentes no cruzamento nos meses de maio e junho, entretanto nenhuma solução foi tomada pelos órgãos competentes.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here