Crítico de Dilma, Cássio dobrou gastos de publicidade quando enfrentava crise

    1

    Recordar é definitivamente viver, mas não é algo que o senador e líder da oposição do PSDB no Senado Cássio Cunha Lima faz como exercício cotidiano. Isso por que na semana passada, o senador teceu, mais uma vez, críticas à presidente Dilma Rousseff (PT) e disse que, neste momento de crise, ela quer sanar os problemas do país com propaganda. 

    Mas, os anos de 2007 e 2008 foram tempos de crise política para a gestão de Cássio no Governo do Estado. Para quem não lembra, foi nessa época em que o então governador enfrentava o processo de cassação por improbidade administrativa e a batalha entre ele e o peemedebista José Maranhão, que acabou assumindo o governo em 2009, após cassação definitiva do tucano.

    E foi entre 2007 e 2008, tempos de crise, em que os gastos da Secretaria de Estado da Comunicação Institucional duplicaram. Gastos que além de folha de pagamento de servidores, também inclui propaganda. De acordo com dados do Sagres, foram gastos em 2007, aproximadamente, R$ 13 milhões e 800 mil. Já no ano seguinte, o valor gasto nesta pasta dobrou para um pouco mais de R$ 27 milhões e 601 mil.

     

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: redacao@paraibaja.com.br

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here