Críticas, propostas e ações de governo marcaram o guia de candidatos na TV

    0

    O primeiro guia eleitoral dos candidatos a governador da Paraíba, veiculado na TV, já mostrou o tom que a campanha terá até dia 5 de outubro. Os seis candidatos mostraram seus históricos de vida politica, propostas, críticas e homenagens ao ex-presidenciável Eduardo Campos, morto em um acidente aéreo na última quarta-feira (13), em Santos (SP).

    Na abertura do programa do candidato Cássio Cunha Lima (PSDB), se põe em evidências algumas ações de seus dois mandatos na gestão do Estado, como o cheque-moradia, um dos serviços da Fundação de Ação Comunitária (FAC). Também foi discutido a motivação do rompimento entre ele e o candidato à reeleição e governador Ricardo Coutinho (PSB). “O que se fez nesses três anos, não se faz”, afirmou. Ele acrescentou que “quando deixou o cargo de governador”, disse que “ficaria em silêncio e reflexão”, além de enfatizar que hoje está mais maduro e experiente. Como promessa de governo, ele se comprometeu em construir a ponte que ligará Cabedelo a Lucena. Ao final do guia, homenageia Eduardo Campos.

    Em seguida foi a vez do candidato Tárcio Teixeira (Psol) apresentar seu histórico de vida política e militante de causas sociais. Afirmou que o lema de sua campanha é “Para além das urnas, por direitos e liberdade” e critica as últimas gestões do Governo  do estado. “Chega de ficar substituindo quem senta na cadeira de governador entre as oligarquias. Quero ser governador porque acredito na transformação social”, disse.

    Vital do Rêgo Filho começa em seu guia lembrando sua origem, como neto do governador Pedro Gondim, filho de Vital do Rêgo e se apresenta como “o governador de Lula e Dilma”. Ele diz que quer fomentar o empreendedorismo e a tecnologia digital em seu Programa Vital. E assim como o candidato do Psol, critica fortemente as últimas gestões do Estado. “Nos últimos anos, a Paraíba tem ficado inferior com relação aos Estados vizinhos. Isso acontece desde o governo Cássio”, declarou.

    Já o guia de Ricardo Coutinho teve como enfoque a lembrança de Eduardo Campos, mostrando as similaridades entre os dois gestores. “Assim como Ricardo, Eduardo era um político ousado e de ideias novas”, pontuou o programa, além de usar a mensagem que Eduardo  disse à população de Patos, em sua última visita à Paraíba, antes do acidente. “Nós precisamos salvar o Brasil dessas velhas práticas. A virtude maior de todas as outras  é ter coragem. Mudar para melhor não é fácil e Ricardo tem feito isso aqui na Paraíba”, disse Campos.

    “Abro meu diálogo renovando meu compromisso com o povo paraibano. Em quatro anos conseguimos baixar índices sociais negativos, provocamos reviravolta na economia. A Paraíba precisa seguir em frente”, disse Ricardo Coutinho.

    Major Fábio apresentou  a família em seu primeiro guia eleitoral, seu histórico político e enfatiza que quer governar para garantir melhor qualidade de vida à juventude.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]