Cristovam Tadeu recebe homenagem na Câmara Federal

0
307

A morte do ator e humorista paraibano Cristovam Tadeu, de 54 anos, ocorrida no último sábado, 8, foi registrada em um pronunciamento feito pelo deputado federal Luiz Couto (PT) nesta segunda-feira, 10, no plenário da Câmara dos Deputados, em Brasília. O parlamentar expressou sua profunda tristeza pela passagem prematura do comediante e lembrou sua atuação pioneira e vanguardista nas artes da Paraíba e também no cenário nacional.

“Era uma figura divertidíssima, de bom caráter, sorriso largo e grandes ideias. Mas, além disso, era um profissional talentoso, que deixou uma contribuição grandiosa para o humor paraibano e nacional. Foi ele quem primeiro enveredou pelo que hoje chamamos de comédia “stand up”. Na época, na década de 80, diziam que era “one man show” porque Cristovam subia ao palco sozinho, contava piadas e imitava personalidades conhecidas na Paraíba e também no Brasil. De Dom Marcelo Carvalheira, saudoso arcebispo da Paraíba, a Luiz Inácio Lula da Silva, passando por Ariano Suassuna e Caetano Veloso, Cristovam era impagável. Era ele que pensava e produzia os próprios espetáculos e também criou, na década de 90, um programa chamado “Sábado de Graça”, levado ao ar pela então TV O Norte, afiliada da Band no meu estado. Era um formato muito parecido com o “Sai de Baixo”, que fez sucesso na Globo. Só que a ideia de Cristovam veio muito antes”, lembrou o parlamentar.

 

Couto ainda mencionou que Cristovam trabalhou em 1989 na Bandeirantes com grandes nomes do humor como Costinha e Zé Vasconcelos e que foi levado, em 2004, pelo também saudoso Shaolin para a Record, onde voltou a fazer muito sucesso com imitações no programa de Tom Cavalcante.

 

“O Brasil inteiro conheceu e pôde sorrir com Cristovam Tadeu. Quero deixar aqui meu registro de admiração pelo talento deste paraibano que era ator e um faz tudo da arte. Fez charges políticas e quadrinhos, atuou no primeiro site de humor do Brasil, o Humortadela, expôs suas tiras no Cartoon Club (Rimini/Itáli) e em jornais locais. Participou do Júri do 20º Festival Internacional de Cinema de Animação e de Quadrinhos, na Itália. Foi um artista de teatro, cinema e TV. Tanto nos fez rir que sua partida nos traz o choro. Meu respeito e minha homenagem a Cristovam Tadeu. Que Deus o receba com um sorriso largo quando chegar ao céu”, finalizou o deputado.

 

Cristovam teve um infarto fulminante e foi encontrado já sem vida pela filha, Luana, no apartamento onde morava, no Edifício Caricé, em João Pessoa. O velório, onde Couto também esteve, aconteceu na Central São João Batista e o sepultamento foi realizado no Cemitério Senhor da Boa Sentença, no domingo, 9. Luiz Couto celebrou uma Missa em intenção da alma do artista na manhã de domingo, na Igreja Cristo Rei em Mangabeira.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here