Comércio da PB atinge R$ 31,3 bilhões em faturamento e emprega 110,6 mil pessoas

    0

    As receitas brutas das empresas do comércio da Paraíba atingiram R$ 31,316 bilhões e empregavam 110,6 mil pessoas em 2013, segundo informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira (14) com a divulgação dos resultados da Pesquisa Anual do Comércio (PAC). O faturamento das empresas do setor apresentou crescimento nominal de 13,39% sobre o ano anterior (R$ 27,616 bilhões).

    Por segmento, o comércio varejista registrou crescimento maior em suas receitas R$ 16,040 bilhões (18,42%) em relação ao atacadista (11,83%), que atingiu R$ 11,833 bilhões em 2013. Já as empresas do comércio de veículos, peças e motocicletas, que completam a composição do setor, somaram R$ 3,441 bilhões. A receita bruta do comércio varejista representa mais da metade do setor (51,21%) e o número de empresas atinge quase 85% do total, enquanto o atacadista representa 37,78% do faturamento, mas o número de empresas representa apenas 7,62% do total.

    Na prática, a receita média de cada uma das 1.692 empresas atacadistas de R$ 6,994 milhões era oito vezes superior ao das 18.848 empresas varejistas em 2013 (R$ 851 mil de média). Já no número de empregos, as empresas do segmento varejista concentravam mais de 73% dos postos (80.799 do total de 110.799 do setor), enquanto as atacadistas empregavam 19.620 trabalhadores (17,73% do total) e as 1.43 empresas de comércio de veículos, peças e motocicletas do Estado 10.251 postos (9,26%).

    De acordo com os dados da Pesquisa Anual do Comércio, que mostra a radiografia do setor, a Paraíba aparece no Nordeste com o quinto maior faturamento em 2013 (R$ 31,3 bilhões). Os Estados da Bahia (R$ 121,4 bilhões) e de Pernambuco (R$ 92,6 bilhões) lideraram as receitas do setor na Região Nordeste (veja o ranking abaixo). Em 2013, a Paraíba registrou o terceiro maior crescimento de vendas da Região (9,2%) e também a terceira maior taxa de crescimento de faturamento (13,39%).

    Ainda segundo a pesquisa, as 110 mil pessoas ocupadas no setor na Paraíba em 2013 receberam mais de R$ 1,34 bilhão em salários, retiradas e outras remunerações e obtiveram uma margem de comercialização (receita líquida de revenda menos o custo de mercadorias vendidas) de R$ 5,80 bilhões.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here