Comandante da PM repudia acusações da coligação de Cássio Cunha Lima

    0

    Diante das ações da coligação A Vontade do Povo, que tem como candidato a governador Cássio Cunha Lima (PSDB), o comandante geral da Polícia Militar da Paraíba, Euller Chaves, divulgou nota à impressa para esclarecimento da ação da corporação em um galpão desta coligação em Cabedelo, após denúncia de distribuição de dinheiro. Ele afirma que repudia qualquer tentativa de intimidação e que ressaltou que a PM é uma entidade autônoma.

     

    Leia a nota na íntegra:

    “É reprovável a tentativa de alguns setores envolvidos na disputa eleitoral em tentar intimidar a Polícia Militar da Paraíba, uma instituição que há quase 200 anos presta relevantes serviços ao Estado, acusando-a irresponsavelmente de uso político.

    Hoje, na cidade de Cabedelo, a Polícia Militar realizou uma averiguação rotineira, determinada pelo comandante da área, a partir de denúncias.

    A ação é semelhante a todas realizadas pela corporação e tem como base o artigo 244 do Código Processual Penal Brasileiro, que diz que a busca pessoal independerá de mandado, no caso de prisão ou quando houver fundada suspeita de que o indivíduo esteja na posse de arma proibida ou de objetos ou papéis que constituam corpo de delito.

    Os militares no exercício da função foram averiguar as denúncias nos limites estabelecidos pela lei e foram desacatados, sendo vítimas do crime previsto no art. 332 do Código Penal. A Polícia Militar age ostensiva, repressiva e preventivamente, não dependendo de ordem judicial para abordar um veículo e averiguar uma denúncia de crime eleitoral.

    Desde 2011, a PM recuperou a autoridade, tendo sua autonomia respeitada pelo Governo do Estado.

    Hoje, os próprios integrantes da corporação reconhecem a autonomia nas ações e operações realizadas pela Polícia Militar, todas pautadas pelo compromisso de manter, de forma isenta, a ordem e a legalidade do nosso Estado”.

     

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]