CMJP pede suspensão de liminar e presidente do TJPB decide destino da CPI da Lagoa

0

O pedido de instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), para investigar supostos desvios de dinheiro da obra da Lagoa, tem mais um capítulo. O presidente da Câmara de João Pessoa (CMJP), Durval Ferreira (PP), recorreu e pediu a suspensão da liminar do juiz da 1° Vara da Fazenda Pública da Capital, Marcos Sales, que determinou a instalação da CPI na Casa.

O advogado Thiago Fonseca, que representa os vereadores de oposição nesta ação, afirmou que não acredita que o presidente da Casa consiga a revogação da liminar, pois o juiz Marcos Sales baseou sua decisão em termos técnicos.

“Durval Ferreira recorreu da decisão através de uma suspensão de liminar. Agora cabe ao presidente do Tribunal de Justiça apreciar e ver se suspende ou não a decisão de instalar a CPI. Apesar de ainda não termos tido acesso ao processo, mas eu creio que seja muito difícil ele conseguir suspender a decisão do juiz Marcos Sales, porque foi uma decisão extremamente técnica”, relatou.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here