CMJP homenageia dirigentes da União Geral dos Trabalhadores

    0

    A Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) homenageou, na tarde desta quarta-feira (8), em uma sessão solene, quatro dirigentes da União Geral dos Trabalhadores (UGT). Foram agraciados com o Título de Cidadão Pessoense: o presidente nacional da UGT, Ricardo Patah; o secretário de finanças da entidade, José Moacyr Malvino Pereira; o presidente da UGT na Paraíba, Romero Baunilha Neto; e o sindicalista Francisco Pereira de Sousa Filho, conhecido como Chiquinho Pereira. As homenagens foram propostas pelo vereador Chico do Sindicato (PP) e aprovadas, por unanimidade, pela Casa.

    Em seu discurso de justificativa, o parlamentar fez um breve histórico da trajetória profissional dos homenageados e destacou seus envolvimentos com ações sociais e com os movimentos sindicais. “É uma grande satisfação homenagear a UGT, que tem em suas bases este vereador, que veio do interior, e se tornou parlamentar na Capital. Homenageamos homens que têm vidas pautadas nos movimentos sindicais e lutam por conquistas para os trabalhadores de nosso país”, comentou.

    Chico lembrou que Ricardo Patah, desenvolve ações filantrópicas na Casa de Apoio ao Comerciário Aposentado e obras assistenciais na Associação Ponte Brasil & Itália, entidade que presta assistência social, cultural e educacional a mais de 200 crianças; que Moacyr milita no Movimento Sindical há mais de 30 anos; que Romero participou do Movimento Estudantil e esteve à frente da Associação Universitária Sapeense; e que Francisco Pereira aos sete anos foi para São Paulo onde se qualificou como padeiro e confeiteiro, e aproximou-se do Sindicato dos Padeiros de São Paulo, da militância política e teve participação ativa na luta pela redemocratização do Brasil.

    Os homenageados agradeceram a honraria e relembraram de momentos importantes de suas trajetórias na luta dos movimentos sindicais. Ricardo Patah falou que receber uma homenagem na Paraíba, e consequentemente no Nordeste, tinha um valor muito grande, por representar uma região de um povo que tanto contribuiu na construção do Brasil. Ele cobrou maior relacionamento entre o movimento sindical e a política para juntos construírem um país melhor. Moacyr Malvino e Romero Baunilha enalteceram a homenagem por ter partido de um membro dos movimentos sindicais, e ratificaram a luta em prol dos direitos dos trabalhadores.

    “Com muita satisfação recebo está honraria que, além de homenagear nossa trajetória profissional e de luta pelos direitos dos trabalhadores, aumentar muito mais nossa responsabilidade. Também preciso dizer que, uma Câmara que se propõe a homenagear trabalhadores, tem um olhar voltado para maioria do povo, que sempre luta pelo desenvolvimento deste país. Um dia, oaís vai reconhecer que o Brasil deve ser dos brasileiros que mais labutam no seu cotidiano”, comentou Chiquinho Pereira.

    O vereador de Campina Grande, Alexandre do Sindicato (PROS), exaltou os trabalhos sociais dos novos cidadãos pessoenses e anunciou que também vai outorgar o Título de Cidadão Campinense aos dirigentes da UGT. A sessão solene contou com a presença dos homenageados e seus familiares, de representantes sindicais e autoridades. A solenidade também foi agraciada pela apresentação do cantor lírico Cleiton D’Araújo e do pianista Cleber Jamim.

     

    Breve histórico dos homenageados

    O presidente nacional da UGT, Ricardo Patah, também preside o Sindicato dos Comerciários de São Paulo (SECSP) e é membro do Conselho Político da Presidência da República, representando os trabalhadores. Nasceu em 1953, na cidade de São Paulo. É graduado em Direito pela Universidade São Judas Tadeu e em Administração pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).

    Moacyr Malvino Pereira é natural da cidade de São Paulo, nasceu em 1955. Formou-se em Direito e exerce o cargo de secretário de finanças da UGT e preside a Federação Nacional dos Trabalhadores em Serviços, Asseio e Conservação Ambiental, Urbana e Áreas Verdes no Estado de São Paulo e o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Prestação de Serviços de Asseio e Conservação e Limpeza Urbana de São Paulo.

    Romero Baunilha Neto nasceu em Sapé, em 1961 e foi secretário de Infraestrutura e de Administração desse município. É funcionário de carreira do Departamento Estadual de Trânsito da Paraíba (Detran-PB) e presidente da UGT na Paraíba.

    Francisco Pereira de Sousa Filho, natural de Aguiar (PB), nasceu em 1954. É padeiro e confeiteiro, já presidiu o Sindicato dos Padeiros de São Paulo e foi um dos responsáveis pela criação da União Geral de Organização e Políticas Sindicais.

    A União Geral dos Trabalhadores

    A UGT é uma associação civil com prazo indeterminado de duração, com jurisdição em todo território brasileiro e representação em todos os Estados. É entidade de representação sindical que tem a finalidade de coordenar, representar e defender os direitos e os interesses dos trabalhadores.

    Foi formada a partir da unificação das centrais sindicais Confederação Geral dos Trabalhadores (CGT), Social Democracia Sindical (SDS), Central Autônoma de Trabalhadores (CAT), e de um amplo grupo de sindicatos independentes.

     

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here