Cientista político faz análise sobre aparições de Marina em guias eleitorais locais

    0

    O professor de Teoria da História da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e cientista político, Jaldes Meneses, fez uma análise sobre a entrada de Marina Silva (PSB) nas inserções dos guias de candidatos locais da legenda.

    Jaldes pontuou que nas eleições o voto não é ‘mecânico’, o que não configura que um candidato a um cargo nacional possa interferir diretamente na votação de candidatos locais. “O voto não é mecânico e o eleitor de Marina (Silva) é mais solto e muitos deles vêm de um grupo que não tinha ainda um candidato certo e viu nela uma opção”, destacou o cientista político.

    Professor Jaldes acrescentou que há uma dissociação sobre a pretenção política dos eleitores de Marina com relação a agregar voto. “Somente nos próximos dias é que teremos uma melhor posição sobre a exposição de Marina no guia de candidatos locais”, concluiu o cientista político Jaldes Meneses.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]