Cientista político diz que Cássio integra “tropa de choque” golpista e que tem discurso irresponsável

    0

    Com o crescimento do movimento contra a presidente Dilma Rousseff (PT), o senador Cássio Cunha Lima (PSDB), líder dos tucanos no Congresso Nacional, vem norteando com discursos dentro da Casa o pedido de impeachment.

    Para o cientista político Jaldes Meneses, a definição para Cássio é de um político ideologicamente alinhado ao centro-direita, logo após sua derrota nas eleições de 2014. Ele define que anteriormente o tucano, por apoiar Ricardo Coutinho (PSB) na campanha de 2010, se configurava como político de centro e centro-esquerda.

    “O grupo Cunha Lima, durante muito tempo na política paraibana, se situou em um campo ideológico entre centro e centro-esquerda, e apoiava a candidatura de Ricardo e de Dilma na campanha de 2010. Depois das eleições de 2014, com a derrota do tucano nas urnas, Ricardo se transformou na principal liderança do Estado. No retorno a Brasília, para reassumir o mandado no senado e a partir da eleição do cargo de líder do PSDB, Cássio, com certos setores do PSDB, fizeram uma inclinação para a centro-direita”, explicou.

    Ainda de acordo com Jaldes, até ano passado, Cássio era uma liderança estadual e não tinha uma presença nacional marcante. Hoje, esse cenário é diferente. Cássio é um parlamentar que vem ganhando maior notoriedade por compor a “tropa de choque” do PSDB.

    “Ele compõe essa ‘tropa de choque’ com atitude golpista que eu diria que está na beira da irresponsabilidade com as constituições do Brasil, com as constituições democráticas e com o Estado de Direito do País”, completou.

     

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: redacao@paraibaja.com.br

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here