Cientista político paraibano afirma que não há elementos para o impeachment de Dilma

    0

    Em entrevista ao Paraíba Já, o cientista político José Henrique Artigas, afirma que a oposição não tem provas jurídicas para o impeachment da presidenta da república Dilma Rousseff (PT). Para ele, a oposição vem sugerindo várias tentativas de ganhar no “tapetão”, através de manobras provavelmente legislativas, o que não conseguiu ganhar nas urnas.

    “É uma forma de levar para o ‘tapetão’ sem qualquer fundamento constitucional, sem qualquer fundamento normativo”, completou.

    Segundo o cientista político, hoje existem três processos transcorrendo que possivelmente podem chegar até ela, a ‘Lava-jato’, o que tramita no Tribunal de Contas da União (TCU) acerca das pedalas fiscais e o que tramita no Tribunal Superior Eleitoral a respeito da suposta aplicação de recursos ilegais na campanha de 2014.

    “Existem três processos tramitando e os três poderão supostamente abrir caminho para se aproximarem do nome de Dilma. No entanto, até o momento, não há nenhuma denúncia formada, não há nenhuma investigação sobre a presidente e não há nenhum indiciamento. Portanto, não pode haver nem cassação, nem impeachment sem o devido processo legal e sem a denúncia confirmada, isso se caracteriza como golpe, para isso não tem outro nome, porque rompe a constitucionalidade”, explicou Artigas.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here