Cida relembra escândalos de Cartaxo e dispara: ‘lentidão é sua marca’

0

A candidata a prefeita pela coligação Trabalho de Verdade, Cida Ramos, disse nesta quinta-feira (29), que a Prefeitura de João Pessoa descartou seis caminhões cheios de livros novos do programa Projovem Urbano. Além disso, a candidata socialista relembrou que a gestão de Cartaxo deixou que remédios vencessem na Central de Medicamentos do Município e que o atual prefeito responde uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) por contratar mais de 10 mil prestadores de serviço em período eleitoral. A declaração da candidata foi feita durante debate da TV Cabo Branco.

Com relação aos descarte dos livros, Cida destacou que a ação demonstra o descaso da gestão com a educação. “A gestão também não consegue entregar os kits escolares no prazo, sendo que parte deles foi entregue apenas em julho. Em muitas escolas, falta o mínimo necessário”, disse. Ela lembrou ainda que a atual gestão tinha recursos para construir 44 creches, mas só conseguiu construir 13.

Cida lamentou também o fato de as Unidades de Saúde da Família faltarem profissionais, assim como demais setores da Prefeitura. Enquanto isso, o Ministério Público Eleitoral, através do promotor João Geraldo Carneiro de Souza, ingressou com uma Aije pedindo a inelegibilidade do prefeito e do seu candidato a vice, o deputado federal Manoel Junior, por excesso de funcionários comissionados e prestadores de serviço.

De acordo com a candidata, na peça apresentada pelo Ministério Público Eleitoral diz que o “prefeito age como se zombasse da Justiça ao contratar dez mil prestadores de serviço de forma irregular”.

Para a educação, Cida disse que vai reformar o projeto pedagógico e garantir a valorização dos professores e profissionais da educação. A candidata socialista lembrou que João Pessoa tem hoje um índice de evasão escolar de 5,1% e 60 mil pessoas analfabetas. “É preciso ter um projeto pedagógico que possibilite o retorno dessas pessoas aos bancos escolares. A evasão é enfrentada com a qualificação dos professores, salário justo, fazendo com que as crianças sejam atraídas pela escola, reformando o projeto pedagógico”, avaliou.

Cida garantiu também que vai construir 10 novas creches e lamentou que o atual prefeito recebeu recursos para construir 44 e só construiu 13. “O atual prefeito não conhece a política de educação”, assegurou.

Em relação à saúde da mulher, Cida reforçou que vai construir o Hospital da Mulher, oferecendo serviços especializados em ginecologia, obstetrícia e atendendo mulheres em situação de violência. “Também vamos qualificar as USFs para que as mulheres sejam bem atendidas e estender o horário até as 21 horas, abrindo aos sábados, domingos e feriados, além de contratar novas equipes. Não é possível que as mulheres esperem um ano para fazer um exame”, afirmou.

Saúde

Na área de Saúde, Cida lamentou que “a população sabe que não existe remédio nas USFs de João Pessoa. A gestão de Cartaxo recebeu R$ 21 milhões do Governo Federal e esse dinheiro não foi na aquisição de medicamentos. E os medicamentos que foram adquiridos a Prefeitura não distribuiu e deixou vencer. Essa é uma gestão que desestruturou a atenção básica em João Pessoa”.

Habitação

Com relação ao setor de habitação, Cida garantiu que vai construir 10 mil habitações, com conceito de habitabilidade, com creches, escolas e qualidade na construção. Com transporte de qualidade para quem ali viver e regularizar as pessoas que tem a casa, mas não tem a posse. Além disso, a candidata garantiu a reurbanização das comunidades Maria de Nazaré, São José e Alto do Mateus.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here