Cida rebate críticas de Cartaxo: “somos diferentes, ele é um político tradicional”

0

A pré-candidata do PSB em João Pessoa Cida Ramos, na tarde desta terça-feira (28), rebateu as críticas do prefeito Luciano Cartaxo (PSD), de que ela não teria capacidade para gerir o município de João Pessoa por nunca ter ocupado um cargo eletivo e de que ela seria apenas um fantoche do governador Ricardo Coutinho (PSB), que para o prefeito, quer garantir a manutenção de seu poderio na cidade.

“É interessante. Eu venho da mesma geração do prefeito Luciano Cartaxo. Nós fomos contemporâneos do movimento estudantil. Ele na condição de secretário geral do DCE e eu de presidente. Mas eu penso que uma coisa ele tem razão: nós temos trajetórias diferentes sim. Eu venho de uma tradição de luta e Luciano seguiu uma carreira tradicional. Ele é um político tradicional. Eu venho de uma militância e de uma atuação política voluntária da sociedade civil. Uma atuação que eu dediquei uma boa parte da minha vida para fazer essa política voluntária”, justificou.

Cida ainda afirmou que, apesar de não ter em seu currículo nenhum cargo eletivo, não é uma desconhecida na cidade. “Sou conhecida na cidade, na universidade, na sociedade civil por essa atuação”, disse.

E pontua como ela pode agregar, ao longo de sua vida, com melhorias na qualidade de vida das pessoas e na geração de políticas públicas para o Estado. “A minha trajetória também inclui o meu aperfeiçoamento acadêmico e profissional. Na universidade eu pude fazer mestrado, fazer concurso público e me aperfeiçoar na política social. Na universidade, eu passei por várias administrações. E como secretária de Estado, eu pude trazer essa experiência. Como secretária de Estado do Desenvolvimento Humano, eu fui reconhecida nacionalmente. Não é à toa que eu fiquei mais de três anos à frente do fórum de secretários da assistência social de todo Brasil”.

“Aquele é um fórum que elabora todas as políticas públicas e através dele eu pude trazer para a Paraíba programas como o de Cisternas. Foram mais de 12 mil cisternas implantadas aqui. Através daquele programa eu pude elaborar políticas públicas como o Cidade Madura”, relembrou.

A socialista ainda explicou qual é o abismo de diferença entre ela e Luciano Cartaxo. “A diferença para mim é que gerir é criar. Eu não sei fazer política sem a participação popular . Essa é a grande diferença entre a minha trajetória e a de Luciano. Eu faço política por convicção. Eu faço política não como carreira, mas eu faço acreditando que através deste instrumento nós podemos sim alterar nossas vidas. Quando ele diz que ao fazer política eu não posso ser prefeita porque eu não teria, em tese, essa trajetória, ele está diminuindo não só a minha trajetória, mas a de muita gente que faz a grande política”, disse.

 

 

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here