Cida ouve reclamações no José Américo e lamenta: “Cartaxo é incapaz de ser povo”

0

A pré-candidata à Prefeitura de João Pessoa, Cida Ramos, disse que Luciano Cartaxo não priorizou os que mais precisam nos seus quatro anos à frente da administração municipal e defendeu um plano de governo sensível e que entenda as necessidades dos que mais necessitam. Em mais uma plenária Fala Cidade, que reuniu cerca de 250 pessoas no bairro José Américo, a professora ouviu as queixas dos moradores e líderes comunitários da região e destacou a importância da retomada do progresso na capital paraibana.

“Uma gestão precisa olhar para todos, mas dando as mãos aos que mais necessitam. É preciso priorizar aqueles que não têm o básico, pessoas em situação de vulnerabilidade, mães que não encontram uma USF aberta quando o filho precisa, o trabalhador que não tem ônibus para ir trabalhar, os jovens que não têm praças e atividades de lazer. Eu sei dessas necessidades porque é desta realidade que venho, sei o que é precisar da saúde pública, sei o que é pegar dois ônibus para ir a universidade. Quando o PSB estava administrando a cidade, tínhamos tudo isso como compromissos e prioridades, mas hoje se tornou uma questão menor. Cartaxo deixou de lado os que precisam, sua administração foi incapaz de dar continuidade ao projeto progressista de Ricardo. Incapaz de deixar as USFs em funcionamento, incapaz de criar um sistema que ao menos avise às mães o hospital onde elas terão seus filhos. Enfim, incapaz de ser povo”, disse.

A deputada estadual Estela Bezerra também esteve na plenária e falou da necessidade de retomar o projeto progressista que um dia teve a capital paraibana. “Ricardo Coutinho entregou João Pessoa em pleno desenvolvimento. Somente na região de Jaguaribe tivemos a iluminação e urbanização da Avenida Hilton Souto Maior; construímos a Escola Radegundis Feitosa, uma das dez escolas padrões da cidade; deixamos a USF em pleno funcionamento e abastecimento de medicamentos; mais de 45 ruas calçadas somente nesta região. Se o projeto iniciado pelo PSB fosse continuado, se nós não tivéssemos perdido tempo com Cartaxo a frente da administração municipal, a realidade da cidade seria outra. Para mim sua gestão foi uma perda de tempo, porque hoje só vemos desmonte e retrocesso. Hoje precisamos fazer abaixo assinado para a prefeitura trocar a lâmpada de um poste. O prefeito diz que faz atendimento de saúde domiciliar, mas isso só acontece na propaganda, porque o povo sabe que isso não chega nas suas casas”, pontuou.

A presidente da Associação Comunitária Jardim Laranjeiras, Eliane Maria Lopes, mais conhecida como Xuxa, falou do sentimento de abandono que vive a população da sua região. “Digo sem medo: Cartaxo não colocou uma pedra nas nossas ruas. A rua que eu moro está calçada pela metade, quando Agra começou e Cartaxo nunca terminou. Já pedimos por ofício, já falei diretamente com ele, quando encontrei com ele num evento, ele diz que vai resolver e nada acontece. Eu ajudei a colocá-lo na prefeitura, fiz campanha porque acreditava no projeto de Luciano Agra, que o apoiou naquela época. Mas hoje nem eu nem minha comunidade aceitaremos mais isso. Vamos apoiar quem está conosco, quem sabe o que a gente precisa e tem comprometimento”, disse a líder comunitária.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here