Cida diz que juventude padece com Cartaxo e que gestão e política são “velhas”

0

Na plenária Juventudes e a Cidade, a pré-candidata à Prefeitura de João Pessoa, Cida Ramos, destacou a necessidade de retomar investimentos em políticas públicas para os mais jovens, que representam quase 30% da população da capital paraibana. Em plenária com mais de 400 participantes, a professora destacou o projeto que a cidade possuía quando o PSB esteve à frente da administração municipal e defendeu mais comprometimento com a cultura, educação, esporte e mobilidade urbana.

“A juventude está inquieta. Deseja esporte, mas encontra ginásios abandonados, como o Hermes Taurino, em Mangabeira. Quer dialogar com o poder público, mas não tem mais o Orçamento Democrático, desmontado pela atual gestão. Empreender Jovem, Fundo Municipal de Cultura, investimento em praças e no Circuito Cultural: tudo foi perdido. João Pessoa já viveu um projeto popular, democrático e republicano, na prefeitura de Ricardo Coutinho, hoje o que encontramos é uma administração perdida no tempo, incapaz de dialogar com os jovens porque é uma gestão velha, de uma política velha, prefere articulações mesquinhas à discussão com os segmentos”, pontuou a professora.

Na ocasião, Cida reafirmou a necessidade de se investir em políticas públicas para os mais jovens, como o plano de combate ao genocídio da juventude negra, a volta do Circuito das Praças e o fomento à cultura da paz nas escolas municipais, além de investimentos em serviços básicos que afastem os jovens da criminalidade.

“Defendo o investimento em centros de juventude, em políticas de esporte, políticas de profissionalização e do primeiro emprego, incentivo à cultura, além de fazer funcionar equipamentos básicos, como as USFs. Hoje o jovem vai ao posto de saúde e não consegue ter medicamento garantido, ao passo que o crime oferece meios para ele conseguir dinheiro para comprar seu medicamento ou de um parente que necessite. Não adianta falar em insegurança e cobrar apenas mais polícia nas ruas, tem que pensar políticas mais efetivas para impedir que os jovens sintam atração pelo crime. Tornar as escolas municipais espaços atrativos, criar cultura e lazer nas praças, garantir saúde, emprego e renda para os jovens”, destacou Cida Ramos.

Natanael Nunes disse sentir falta de investimentos públicos para os mais jovens e falou da expectativa com a pré-candidatura de Cida Ramos. “Moro no Cruz das Armas e lá não vejo novos investimentos. Eu era bem jovem, mas lembro que o investimento em cultura era muito organizado quando Ricardo foi prefeito. Sou músico e não temos mais campeonatos de bandas, como existia, não existe mais o Circuito das Praças, as oficinas culturais nas comunidades. Não vejo mais isso. Acredito em Cida porque ela vem do povo, sinto que ela entende o que eu preciso. Ela tem uma história de superação, parece ser muito forte, esse exemplo quero para mim, me passa confiança”.

O estudante Emanuel Oliveira também avaliou as políticas públicas para os mais jovens. “Eu sinto que os investimentos são poucos, nossa cidade está muito precária em mobilidade urbana, em cultura. Nossas praças estão deterioradas, não há espaço para o ciclista nas ruas, os coletivos não são suficientes, o preço da passagem subiu muitos nos últimos anos e não vemos retorno nos investimentos. Eu confio em Cida para que ela possa mudar nossa cidade. Ela vem de muitas lutas, é uma mulher guerreira e acho que ela é a chama que nós precisamos”.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here