Charliton afirma que Lucélio Cartaxo conduzirá debate político de 2016 dentro da legenda

    0

    O presidente estadual do PT Charliton Machado afirmou, na tarde desta segunda-feira (8), que o presidente do diretório do partido em João Pessoa, Lucélio Cartaxo, é quem vai ser o responsável por conduzir os diálogos sobre as eleições municipais de 2016. Sobre Luciano Cartaxo, Machado defendeu a reeleição do prefeito e a manutenção de aliança com o PSB.

    Entretanto, Charliton reafirmou que os petistas estão empenhados em fazer uma boa administração na capital. Lucélio fará o aprofundamento sobre as eleições, alianças e conjunturas. Caberá ao presidente municipal “tratar de forma mais profunda os debates sobre a eleição municipal. Trataremos com os candidatos, com os partidos que desejam se aliar, com os filiados, enfim, com todos os agentes que participam do processo”, projetou.

    A avaliação de Charliton sobre a manutenção da aliança com o PSB, é de que a parceria é ‘importante’ para as duas legendas: “Não cobramos aliança para 2016. Mas temos um forte projeto, sabemos que o PT alavancou a candidatura do governador Ricardo Coutinho. Os dois partidos ganharam com aliança e acho que temos condições em manter essa aliança, isso é o que eu acredito. Seria muito bom uma parceria que envolvesse o PT e PSB para o desenvolvimento da Paraíba”, defendeu Machado.

    Quanto as discordâncias dos dois partidos, o dirigente partidário garantiu que são questões que podem ser resolvidas. “Existem dificuldades pontuais para manter essa aliança. O vereador Renato Martins na Câmara que é oposição e temos o Frei Anastácio na Assembleia. Então não dá para manter essas divergências que são de caráter pessoal, muito mais do que diferenças partidárias”, destacou, ao afirmar que os partidos precisam alinhar o diálogo com estes dois filiados.

    Charliton defendeu ainda que as críticas entra aliados, pois ele mesmo faz críticas ao Governo do Estado com intenção de melhorar a administração. “Critiquei o exibicionismo sobre a prisão daquele que matou o policial militar. Achei um exagero que o comando a Polícia Militar precisa responder. Então, muito mais do que bajular, os aliados devem fazer críticas construtivas”, concluiu.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here