Cássio vai criar seguro de vida para profissionais da segurança pública

    0

    Durante entrevista na tarde desta segunda-feira, 13, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB), candidato ao Governo do Estado pela Coligação “A Vontade do Povo”, reafirmou o que anunciou em comício na noite deste domingo, 12, em Sapé, no brejo paraibano: caso seja eleito, como medida prioritária na política de recursos humanos para o setor, vai incorporar a gratificação sobre risco de vida para os policiais militares e civis, além dos bombeiros militares e agentes penitenciários.

    De acordo com Cássio Cunha Lima, a medida é uma forma de o Estado dar a mínima garantia para o bom desempenho dos agentes de segurança no combate ao crime. Além de uma reivindicação legítima das categorias que representam o setor de segurança, o candidato a governador tucano observa não ser possível imaginar uma política de combate à violência sem dar a retaguarda básica para quem vai fazer cumprir a lei.

    Outras propostas

    Esta é apenas uma das ações que o tucano vai fazer para melhorar a qualidade de vida dos profissionais da área de segurança pública. Além disso, Cássio vai fazer a equiparação salarial entre os policiais da ativa e os reformados, que perdem até 40% de seus vencimentos ao se aposentarem.

    Outro compromisso do tucano é com a realização de novos concursos para reduzir o déficit nos efetivos das Polícias Civil e Militar. Para Cássio, a criminalidade na Paraíba, que chegou a números alarmantes na atual gestão, só será reduzida com a ampliação nos quadros das polícias.

    Diferentemente do governador Ricardo Coutinho (PSB), que reduziu o número de policiais em três anos e meio, Cássio aumentou o efetivo nas duas polícias quando esteve à frente do Governo do Estado. Quando assumiu em 2003, a PM tinha apenas 7.300. Quando deixou o governo, em 2009, o número chegou a 10.539. No entanto, na atual gestão, este número caiu para apenas 9.134 policiais. Na Polícia Civil não foi diferente. O tucano deixou o Estado com 2.136 policiais, mas hoje o efetivo conta com apenas 1.850 homens e mulheres.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]