Cássio já não apoia mais Temer e prevê que em 15 dias país terá novo presidente

O tucano também acredita que o deputado Rodrigo Maia (DEM) será escolhido para substituir Temer

0
1351

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) já não apoia mais o presidente Michel Temer (PMDB). Em conversa com investidores em Brasília, o vice-presidente do Senado já prevê que, se depender da Câmara dos Deputados, em 15 dias o país terá um novo chefe do Executivo.

O tucano acredita que o deputado Rodrigo Maia (DEM), presidente da Câmara dos Deputados, será o escolhido para comandar os destinos da nação. Cássio lembra que o processo movido contra o presidente Temer por envolvimento em corrupção tem muito peso e lembrou que junto à opinião pública é grande a rejeição ao peemedebista.

Informações de Brasília dão conta de que o PSDB e o DEM se uniram para derrubar o presidente Michel Temer, que assumiu o cargo com o impeachment de Dilma Rousseff (PT).

Movimentação

O movimento anti-Temer foi deflagrado nas hostes, chegou às cúpulas e provoca o presidente da Câmara, sucessor natural. O colunista Leandro Mazzini, que assina “Esplanada” em diversos veículos de comunicação, informa que há um consórcio em formação para criar a República do Rio. Começa com relatório do deputado Sérgio Zveiter (PMDB), acolhendo denúncia da Procuradoria Geral da República.

Zveiter é da família que advoga para a TV Globo há décadas e da ala do PMDB que nunca foi aliada da paulistana de Temer. “Para o PSDB, quanto mais crise em Temer, melhor para Aécio Neves desviar os holofotes de si. E uma vez no poder ao lado de Maia, Aécio articulará para barrar as pretensões eleitorais de João Doria Jr. e Geraldo Alckmin.

O Conselho de Ética do Senado pediu o arquivamento de processo de cassação do mandato de Aécio Neves, que chegou a ser afastado pelo Supremo Tribunal Federal acusado de envolvimento em atos de corrupção, mas reconquistou a cadeira com o aval do ministro Msrco Aurélio Melo. Há muita expectativa nos meios políticos quanto à delação do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha, que está preso. Cunha, que está preso, já rascunhou mais de 100 anexos para a delação premiada que prestará à Operação Lava-Jato. As informações são do site osguedes.com.br.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here