Cássio é citado em revista por receber doação de envolvido com trabalho escravo

    0

    O candidato do PSDB ao Governo do Estádio, Cássio Cunha Lima, foi citado em uma lista publicada pela Revista Carta Capital por ter recebido doações de campanha de envolvidos com trabalho em situação análoga a escravidão. A matéria foi publicada no site da revista, na manhã desta quinta-feira (02).

    Cássio e outros sessenta candidatos nestas eleições, incluindo o senador Aécio Neves (PSDB), candidato à Presidência da República, aparecem no levantamento feito pela ONG Transparência Brasil, que considera todas as doações feitas entre 2002 e este ano, levando em consideração a prestação de contas parcial divulgada no início de setembro pelos candidatos.

    A organização cruzou os dados de seus projetos sobre doações eleitorais (Quem Quer Virar e Às Claras) com a ‘lista suja’, divulgada semestralmente Ministério do Trabalho e Emprego. A lista inclui empresas e cidadãos em cuja propriedade tenha havido a identificação de trabalhadores submetidos ao trabalho escravo. A Transparência Brasil também buscou os nomes de donos, sócios e administradores à época do flagrante entre os doadores.

    O Código Penal considera trabalho análogo a escravidão “a submissão de empregados a trabalhos forçados ou jornada exaustiva, condições materiais ou psicológicas degradantes (violando sua dignidade e seus direitos fundamentais), restrição de locomoção (como cerceamento de meios de transporte e retenção de documentos ou objetos pessoais), servidão por dívida e vigilância ostensiva a fim de reter o empregado no local.”

    Leia a matéria na íntegra: http://www.cartacapital.com.br/politica/empresas-com-trabalho-escravo-financiaram-61-candidatos-820.html

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]