Cássio diz que afastamento da Cruz Vermelha no Trauma depende de auditoria

    0

    Em entrevista esta semana a uma emissora de televisão de João Pessoa, o candidato a governador Cássio Cunha Lima (PSDB), não deixou claro se manterá ou não a gestão do Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa com a organização não-governamental Cruz Vermelha. Cássio, ao responder a pergunta do entrevistador disse que, no caso de ser eleito, providenciará uma auditoria sobre a gestão da Cruz Vermelha e dependendo do resultado da fiscalização, tomará a decisão por encerrar ou não o contrato com a instituição.

    “Nós vamos auditar as denúncias gravíssimas contra a Cruz Vermelha e esta sim pode ser demitida. Os funcionários, médicos, enfermeiros, têm o meu respeito, serão preservados, agora vamos auditar aí sim, a Cruz Vermelha pode ser demitida, pode ser afastada do contrato”, destacou, acrescentando que uma das providências pode ser o afastamento da Cruz Vermelha do Hospital de Trauma.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]