Cássio afirma que não crescerá a receita do ICMS com arrocho fiscal

    0

    No último debate promovido, nesta quinta-feira (23), pelas TVs Cabo Branco e Paraíba entre os dois candidatos que disputam o governo do Estado da Paraíba, neste segundo turno das eleições, o candidato Cássio Cunha Lima (PSDB), comentou sobre incentivo ao setor industrial na Paraíba. Segundo o tucano, ele não vai fazer crescer o ICMS do Estado como arrocho fiscal.

    Cássio disse que, no seu futuro projeto de governo, vão ser estimulados pólos indústriais na área têxteis, a exemplo do de São Bento e Itaporanga, como feito na sua gestão anterior. “Vamos direcionar a potencialidade do município de Patos para o pólo coureiro calçadista e não deixaremos de lutar junto ao governo federal para trazer grandes investimentos industriais para o nosso Estado, a exemplo de uma montadora de automóvel. “Se Pernambuco e a Bahia podem por que a Paraíba não?”, questionou Cássio sobre o tema.

    Cássio lembrou ainda que a Bahia, Pernambuco e o Ceará têm crescido muito mais que a Paraíba, por conta da presença maciça do governo federal, que levou obras e projetos estruturantes (pólos petroquímicos e refinarias) para o desenvolvimento econômico desses estados, enquanto que a Paraíba nunca recebeu a atenção devida da União para esses grandes investimentos.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]