Cassado pelo TRE-PB, Cássio discorda que TSE tenha absolvido Temer

0
265

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) discordou do resultado do julgamento da chapa Dilma-Temer que ocorreu esta semana. O ex-governador do Estado destaca que foi cassado por conta da publicação de seis artigos no jornal A União, lembra que perdeu o mandato em uma sessão de 40 minutos e que o Tribunal Superior Eleitoral foi bastante benevolente com os réus.

“O que dizer alguém que foi cassado por conta de um programa social e por seis artigos publicados no Jornal a União?”, questionou o tucano. A cassação de Cássio, inclusive, foi usada pelo relator do precesso, o ministro paraibano Herman Benjamin, que cobrou o mesmo tratamento da Corte Eleitoral com o presidente da República. As
informações são do blog de Anderson Soares.

O julgamento

A absolvição da chapa Dilma Rousseff-Michel Temer pelo TSE dá fôlego a Temer num momento em que o presidente enfrenta turbulências causadas pelas delações da JBS e ameaças de deserção de partidos aliados. O Ministério Público Federal pode recorrer da sentença.

A maioria da corte decidiu que não havia provas suficientes para condenar Temer e removê-lo do cargo, contrapondo-se à posição do Ministério Público e do relator da ação, Herman Benjamin. A decisão também deve livrar Dilma do risco de ficar inelegível.

Além de Benjamin, votaram pela cassação da chapa os ministros Luiz Fux e Rosa Weber. Já os ministros Gilmar Mendes, Tarcísio Vieira, Admar Gonzaga e Napoleão Maia decidiram pela absolvição.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here