Caso Vivianny: Polícia prende outros dois acusados da morte da estudante

0

A Polícia Militar da Paraíba prendeu, na manhã desta segunda-feira (21), os outros dois acusados da morte da estudante Vivianny Crisley, de 29 anos. A prisão foi feita por policiais paraibanos infiltrados há oito dias no Rio de Janeiro. Fagner das Chagas Silva (Bebé) e Jobson Barbosa da Silva Junior foram presos em um morro carioca.

A vendedora Vivianny Crisley, de 29 anos, desapareceu na noite do dia 20 de outubro depois de sair de um bar na Zona Sul da Capital. As imagens do circuito de câmeras de segurança mostraram que Vivianny saiu do estabelecimento acompanhada de um grupo de pessoas e que depois disso não teria sido mais vista pela família. As investigações sobre este caso começaram no dia seguinte do desaparecimento depois do registro na Delegacia de Homicídios.

No início da tarde do dia 7 de novembro, um corpo foi encontrado queimado no bairro Mario Andreazza, no município de Bayeux. No local também foi encontrada uma sandália e um cartão de crédito em nome de Vivianny Crisley. A família confirmou que os objetos eram dela e o laudo divulgado nesta segunda-feira comprovou a suspeita da polícia de que o corpo era o de Vivianny.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here