Caso Vivianny: exame de DNA confirma que corpo achado é o da estudante

0
A Delegacia de Homicídios confirmou nesta segunda-feira (14) que o exame de DNA confirmou que o corpo achado em Bayeux no último dia 7 de novembro é o da estudante Vivianny Crisley, de 29 anos.
A estudante foi vista pela última vez no dia 20 de outubro saindo de um bar localizado no bairro dos Bancários. Imagens do circuito de câmeras revelam que ela estava com um grupo de pessoas. Depois disso ela não foi mais vista.
Perto do corpo foram encontrados um cartão de crédito dela e uma sandália que foi reconhecida por uma amiga e por familiares. A Polícia só pode realizar o trabalho de identificação do corpo com um pele retirado do pé da vítima.
No último dia a Polícia apresentou o estoquista Alex Aurélio Tomas dos Santos, 22, foi apresentado pela Delegacia de Crimes contra a Pessoa (Homicídios) da Capital, como suspeito do crime.
De acordo com a versão contada à polícia pelo suspeito preso , Vivianny Crisley saiu com ele e os outros dois colegas, Juninho e Bebé, após uma festa em um bar no bairro dos Bancários, na Zona Sul de João Pessoa. De lá, todos seguiram para a cidade de Santa Rita, na Grande João Pessoa, e Allex pediu que Juninho, que dirigia o carro, deixasse ele em casa. Após deixar Allex em casa, no distrito de Várzea Nova, os outros dois suspeitos e Vivianny seguiram no carro.
Horas depois, Juninho e Bebé retornam à casa de Allex sujos de sangue e com o celular de Vivianny Crisley, ainda de acordo com a versão do suspeito. Segundo Reinaldo Nóbrega, os dois assumem para o amigo, na versão dada no depoimento dele, que mataram a vendedora.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here