Cartaxo veta projeto de Eliza que dava maior transparência à distribuição de medicamentos

0

O prefeito Luciano Cartaxo (PSD) vetou “totalmente” o Projeto de Lei 006/2017, de autoria da vereadora Eliza Virgínia (PSDB), que obrigava a Prefeitura de João Pessoa a disponibilizar informações na internet relativas ao estoque de medicamentos de distribuição gratuita feita pelo Executivo Municipal. O veto foi publicado no Semanário Oficial da PMJP e há quem suspeite de retaliação a parlamentar tucana.

Na prática, o PL6/2017, que recebeu parecer favorável da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara Municipal, visava imprimir maior transparência às ações da PMJP, obrigando que a Secretaria Municipal de Saúde passasse a disponibilizar, em tempo real, informações sobre a disponibilidade, quantidade, tipo e indicação de medicamentos de distribuição obrigatória e gratuita.

Nos últimos dias, a relação entre Eliza Virgínia e Luciano Cartaxo anda estremecida. O mal-estar entre os dois começou depois que o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), anunciou que iria convocar o deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB) para assumir um cargo no PMCG, visando possibilitar que a vereadora, na condição suplente de deputada, assuma a titularidade na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB).

Como Cartaxo e Romero lutam para disputar o Governo do Estado em 2018, a atitude do prefeito de Campina Grande foi encarada por aliados do alcaide de João Pessoa como uma provocação, visto que Eliza, em tese, integra sua base de sustentação política.

Retaliação ou não a Eliza, o fato é que quem acabou perdendo com essa queda de braço entre Cartaxo e Romero foi a transparência pública e os pacientes que precisam dos medicamentos na Capital.

Veja abaixo cópia do veto de Cartaxo publicada no Seminário Oficial:

Cartaxo veta projeto de Eliza que dava maior transparência à distribuição de medicamentos

Comente

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here