A passagem do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), por Campina Grande, ainda rende. Depois das informações que o alcaide levou 15 secretários para formar uma claque no evento e que muitos deles, inclusive, receberam diárias para irem ao evento, a última informação, divulgada pelo blog do jornalista Marcos Weric, é que o prefeito pessoense se irritou profundamente ao ser indagado por um repórter se apoiaria Romero Rodrigues em 2018, se o campinense estivesse melhor colocado.

Cartaxo tergiversou e recorreu ao esquema diálogo/trabalho/2018. O repórter insistiu na pergunta e foi aí que o Cartaxo demonstrou irritação, deixou o jornalista falando sozinho e se dirigiu a um grupo de secretários. Quando a repórter devolveu a passagem para o estúdio, o radialista Milton Figueiredo (foto), registrou o fato e classificou o ato do prefeito da Capital como grosseiro, mal educado, ansioso e nervoso.

Radialista aconselha Romero

O radialista Milton Figueiredo defendeu, no início da noite da última quarta-feira (27), que seria um “sonho” ter uma aliança entre o prefeito de Campina Grande Romero Rodrigues (PSDB) e o governador Ricardo Coutinho (PSB). Para isso, seria necessário que o prefeito deixasse o ninho tucano para ingressar em outro partido. As declarações foram dadas durante seu programa Balanço Geral, na Correio FM.

Milton comanda um dos mais importantes e mais ouvidos programas da região da Borborema e tem uma certa simpatia com o prefeito Romero Rodrigues. Ele sugere, inclusive, uma chapa entre Romero e o secretário de Estado da Infraestrutura e Recursos Hídricos, João Azevêdo.

“Romero, se o senhor estiver nos ouvindo, tem alguém que precisa te contar: aproveite a oportunidade, saia do PSDB, partido que hoje está queimado, como o PMDB e tantos outros. Se desligue. Aproveite a oportunidade que Deus e a vida estão te dando, prefeito. Se desligue do PSDB, eles não querem o senhor como governador deste Estado porque eles têm projetos políticos individuais, particulares e egoísticos. O senhor vai ter que escolher entre continuar neste partido, com este ritmo ou se o senhor vai vestir a camisa da nova política que a sociedade brasileira quer. É a oportunidade da sua vida”, argumentou o radialista.

Não é de hoje que Romero demonstra descontentamento com o PSDB. Nas suas incursões nos demais municípios, não tem sido acompanhado sequer pelo presidente estadual do partido, Ruy Carneiro. Este tem preferido acompanhar as visitas do prefeito Luciano Cartaxo (PSD).

 

Comente

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here