Cartaxo ou Romero? Tovar diz que “alguém tem que ceder” nas eleições de 2018

0

“Alguém tem que ceder”. Essa foi à sugestão feita pelo deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB), líder da oposição na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), a Romero Rodrigues (PSDB) e Luciano Cartaxo (PSD). Para ele, um dos dois terá que abrir mão do desejo de disputar uma candidatura ao Governo do Estado em 2018.

“Alguém tem que ceder. Ninguém está atrapalhando ninguém, é bom que fique claro que o PSDB, o PMDB e o PSD eles estão unidos. Em 2018, o melhor nome entre José Maranhão e Manoel Junior, Luciano Cartaxo, Lucélio Cartaxo e Rômulo Gouveia, entre Cássio Cunha Lima ou Romero Rodrigues será a cabeça de chapa, será o candidato ao governo”, declarou.

Não querendo se comprometer na escolha de um favorito, Tovar afirmou que tanto o seu colega tucano, quanto Cartaxo, estão trabalhando para consolidar nomes e que momento ainda não é de definição.

“Romero e Luciano vêm disputando essa indicação nas suas bases, muito bem avaliado em relação ao trabalho que vem sendo executado. Essa discussão é muito prematura, eles vêm trabalhando em si, e essa é a nossa preocupação”, finalizou.

Pregando a união

A deputada estadual, Daniela Ribeiro (PP), em entrevista ao programa Café Com Notícia da TV Master, confirmou que convidou os vereadores Dinho e Thiago Lucena para ingressarem no seu partido, mas negou que isso tenha ocasionado a saída do vereador licenciado Durval Ferreira da presidente da sigla em João Pessoa.  Daniela pregou ainda a união entre os prefeitos de João Pessoa e Campina Grande, Luciano Cartaxo (PSD) e Romero Rodrigues (PSDB), com vistas as eleições de 2018.

Sobre a saída de Durval da presidência do PP em João Pessoa, Daniela garantiu que tudo aconteceu de maneira consensual e que a justificativa apresentada pelo vereador ao seu pai, presidente estadual da legenda, foi mesmo a de falta de tempo para conciliar as atividades de Secretário de Ciência e Tecnologia da Capital, vereador licenciado e presidente de partido.

Quando o assunto é eleição de 2018, a deputada disse esperar não precisar escolher com qual aliado ficar: se com Luciano Cartaxo ou Romero Rodrigues, ambos com pretensões de serem candidatos a governador e ambos aliados do PP, em João Pessoa e Campina Grande.

Para Daniela, o melhor para a oposição é manter-se unida e escolher de forma consensual o melhor candidato em 2018. Ele afirmou que mesmo com o pai sendo vice-prefeito de Campina Grande e no caso da desincompatibilização de Romero em abril do ano que vem, ele herdaria a prefeitura por mais de dois anos, não há preferência pelo campinense. “O importante é a vitória”, garantiu. As informações são do blog do Marcos Wéric.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here