Cartaxo ‘incha’ evento em CG com auxiliares da PMJP e irrita aliados de Romero, revela blog

0

O jornalista Marcos Wéric revelou neste sábado (29), em seu blog, que aliados do prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), ficaram extremamente irritados com a atitude do prefeito Luciano Cartaxo (PSD), que levou mais de uma dezena de auxiliares da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) para da cerimônia de entrega de um prêmio ao gestor da Capital durante o II Fórum Paraibano de Gestão Pública.

Promovido pelo Conselho Regional de Administração (CRA), o evento foi realizado no auditório da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep), em Campina Grande.

Clique aqui ou leia abaixo na íntegra o texto publicado no blog de Marcos Wéric

Cartaxo leva 15 secretários e transforma premiação em Campina num “Campestre II”

Na política não muito raro a história se repete. Traições, alianças e reviravoltas nos fazem vez ou outra ter um Déjà vu. Foi o que aconteceu ontem em Campina Grande, durante entrega de um prêmio de gestores elaborado pelo Conselho Federal e Regional de Administração. O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), foi um dos premiados, ao lado dos colegas de Cabedelo, Leto Viana (PRP), e Dinaldinho Wanderley, de Patos, os três primeiros colocados, respectivamente.

O que chamou a atenção no prêmio foi a claque que o prefeito da Capital levou para o auditório da Fiep, onde se deu a entrega do prêmio. Cartaxo praticamente transferiu a sede da Prefeitura de João Pessoa para Campina Grande, levando nada mais, nada menos, que 15 secretários, muitos deles inclusive recebendo diárias para irem bater palma para o chefe.

Compuseram a claque, os secretários Socorro Gadelha e André Coelho, titular e ajunto da Habitação; Hildevânio Macedo e Bezerra, titular e adjunto da Articulação Política; Abelardo Jurema Neto, do Meio Ambiente; Sergio Barbosa e Marco Antônio, titular e adjunto das Finanças; Benilton Lucena, da Ouvidoria; Adalberto Fulgêncio, da Saúde; Diego Tavares do IPM; Geraldo Amorim, da Segurança Urbana; Josival Pereira, da Comunicação; Roberto Wagner, da Administração; Bira Pereira, da Transparência; Graco Parente, adjunto do Turismo; além do vice-prefeito Manoel Júnior, e ainda uma pá de assessores.

Romero Rodrigues, anfitrião, estava acompanhado de um ou dois auxiliares, assim como Dinaldinho, de Patos, da mesma forma.

O fato incomodou alguns auxiliares de Romero e alguns chegaram a associar o gesto de Cartaxo ao fatídico episódio do caso Campestre, que selou o racha entre Maranhão e Ronaldo Cunha Lima.

Apesar de todo aparato montado por Cartaxo para intimidar Romero, mais uma vez a serenidade, a humildade e a simplicidade do prefeito de Campina Grande roubaram a cena.

O evento

Como tudo tem um lado positivo, a claque de Cartaxo acabou “salvando” o evento, já que além dos auxiliares do prefeito da Capital, pouco mais de 20 pessoas, compareceram à entrega da premiação.

O Prêmio

Alguns questionamentos chegaram ao Blog sobre os critérios aplicados para a escolha dos melhores gestores da Paraíba. Indagaram alguns leitores atentos, como pode gestores reprovados pela população e envoltos em denúncias, como Leto Viana, prefeito de Cabedelo, ter ficado em segundo lugar e ainda, como a Prefeitura de Patos, na ocasião representada por Dinaldinho, mas que na verdade premiou a gestão passada, aquela mesmo, que teve secretária presa e prefeita afastada por corrupção em terceiro?

Reveja abaixo trecho do discurso de Ronaldo que gerou o rompimento com Maranhão na década de 90.

 

Comente

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here