Cartaxo exonera comissionado dono de laboratório que presta serviços à PMJP

0

O prefeito Luciano Cartaxo (PSD) exonerou o diretor do Laboratório Central de Saúde Pública de João Pessoa, Frederico Cartaxo. Ele é proprietário do Laboratório Walderedo Nunes, uma das entidades privadas que a Prefeitura de João Pessoa contratou para prestação de serviço. Somente a este laboratório, entre 2013 e 2014, recebeu da Prefeitura mais de R$ 250 mil, de acordo com dados do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB). A exoneração foi publicada no Semanário Oficial do Município no dia 5 de setembro deste ano.

De acordo com o Sagres, o montante pago pelo Fundo Municipal de Saúde de João Pessoa à empresa de Frederico Cartaxo foi feito por etapas, entre março de 2013 e novembro de 2014. No período, foi empenhada a quantia de R$ 347.992,33, o que demonstra um débito da PMJP de R$ 97.332,47 junto ao Laboratório de Patologia Clínica Walferedo Nunes.

Diante da polêmica gerada após denúncia do TCE-PB e pela coincidência de sobrenomes entre o dono do laboratório e Luciano Cartaxo, em julho deste ano, a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) divulgou nota negando que o atual diretor do Laboratório Central de Saúde Pública da Secretaria de Saúde da Capital, Frederico Simões Cartaxo Ferreira, fosse primo do prefeito.

Cartaxo exonera comissionado dono de laboratório que presta serviços à PMJP

Comente

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here