Cartaxo e Manoel Jr ‘somem’ de JP em meio às novas evidências sobre o Caso Lagoa

0

Com as  reviravoltas do Caso da Lagoa, coincidência ou artimanhas do destino, não se sabe, mas o fato é que a prefeitura de João Pessoa está abandonada, sem prefeito, sem vice-prefeito e até mesmo sem substituto para conduzir a cidade na ausência dos representantes eleitos pela população.

Enquanto Luciano Cartaxo (PSD) participa da 1ª Reunião da Diretoria Executiva da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), gestão 2017/2019, onde ocupa a vice-presidência de Regiões Metropolitanas, Manoel Júnior cumpre agenda em Brasília.

O curioso é que de acordo com a legislação, na ausência dos dois, o presidente da Câmara Municipal, no caso Marcos Vinícius (PSDB), assumiria o posto, fato que não aconteceu. Mesmo sendo por alguns dias e apesar do PSDB ter sido o principal aliado de Cartaxo em sua reeleição, abrindo mão até de sua candidatura própria, não parece ter merecido ser prestigiado, mesmo no momento necessário.

Fatos novo sobre o Caso Lagoa

Os peritos criminais da PF (Polícia Federal) constataram que, de fato, foi utilizada empresa fantasma para certificação técnica de engenharia à Compecc, empresa responsável pelo desassoreamento, demolição de muro, construção de galeria e túnel que compuseram toda a reforma do Parque Solon de Lucena, a Lagoa.

O Paraíba Já teve acesso ao laudo 103/2017, produzido pelo Setor Técnico-Científico da Superintendência Regional da Polícia Federal na Paraíba, que integra a documentação do inquérito criminal 152/2016, que investiga desvio de recursos públicos na execução da obra pela gestão do prefeito Luciano Cartaxo (PSD), na Prefeitura de João Pessoa (PMJP).

De acordo com a PF, a empresa Compecc não possuía capacidade técnica-operacional para executar “sistema de drenagem através do método não destrutivo”. A empreiteira, que foi a única que compareceu à licitação e logo conquistou a concorrência pública, apresentou como comprovante um atestado emitido pela empresa Fortaleza – Peixes e Crustáceos Ltda, sediada em Santa Rita.

Cartaxo e Manoel Jr 'somem' de JP em meio às novas evidências sobre o Caso Lagoa

Cartaxo e Manoel Jr 'somem' de JP em meio às novas evidências sobre o Caso Lagoa

Ainda de acordo com o laudo pericial da PF, como foi revelado anteriormente pela Controladoria Geral da União (CGU), “em consulta à rede INFOSEG, realizada em 06/01/2017, constatou-se que, de fato, a empresa que emitiu o atestado para a Compecc, encontra-se com situação cadastral junto à Receita Federal classificada como ‘baixada'”.

A baixa desta empresa ocorreu, de acordo com documentos disponibilizados pela CGU, em 19 de novembro de 2012, ou seja, um ano antes do processo licitatório da PMJP.

Cartaxo e Manoel Jr 'somem' de JP em meio às novas evidências sobre o Caso Lagoa

Confira trecho do laudo da PF:

Cartaxo e Manoel Jr 'somem' de JP em meio às novas evidências sobre o Caso Lagoa

Comente

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here