Cartaxo admite que pode ficar sem vice

0
465

Quem é fã de anime sabe que todo pokemón evolui. E na política de João Pessoa, sempre há um fato atrás do outro que demonstra que a arte de se superar é a principal prerrogativa. Após tratar o vice-prefeito de seu primeiro mandato, Nonato Bandeira (PPS), com desimportância, o prefeito de João Pessoa Luciano Cartaxo (PSD) finalmente admitiu, durante entrevista a uma rádio local na manhã desta sexta-feira (23), que poderá não ter um vice para chamar de seu e fazer o que bem quer.

E faz mesmo. Para demonstrar que a gestão estava conectada e interagindo com um dos agentes políticos que mais o ajudou na conquista do primeiro mandato, ele pôs Nonato Bandeira em um “escritório” situado em uma das salas da Estação Ciência. Já deu para perceber como a geografia entre Estação e Paço Municipal ajudava na proximidade.

Manoel Junior (PMDB), eleito vice-prefeito da Capital pela segunda vez (lembre-se, a primeira foi de Ricardo Coutinho) certamente percebeu qual seria seu destino e prefere ficar na Câmara Federal, lugar que ele tem autonomia e circula entre os principais protagonistas do poder. E quem admite que o peemedebista prefere Brasília à João Pessoa é o próprio Cartaxo.

“Nós fomos candidatos juntos. Apresentamos uma chapa completa. Temos compromisso com a cidade. Não foi apenas para ganhar as eleições. O objetivo foi unir mais forças para governarmos a cidade. O apoio da bancada federal (onde o vice quer ficar) é importante, mas como vice ele pode dar uma contribuição muito maior, com a experiência de quem já exerceu o cargo e foi prefeito por três mandatos de Pedras de Fogo”, explicou.

Mas, dizem as más línguas que Manoel quer mesmo é manter o foro privilegiado. De tão maldosas, essas tais línguas sussurram nos bastidores e nos bares de toda a cidade que as investigações da Lava Jato e outra ação contra o super best friend do paraibano, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), está fechando o cerco da extinta tropa de choque do ex-presidente da Câmara dos Deputados. E, de acordo com a Globo, Manoel pertencia a esse seleto grupo…

Agora, só resta saber quem é que será o novo vice e isto será decidido na regrinha sucessória. A norma diz que quem assume, na ausência de prefeito e vice é o presidente da Câmara de João Pessoa. Será mesmo PSDB o vice-prefeito?

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here