Campinense amarga derrota e Operário-PR terá vantagem na partida no Amigão

    0

    O prognóstico anunciado pelo técnico Itamar Shulle durante a semana se confirmou na tarde deste domingo (27), no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa.

    Se o comandante do Operário-PR disse que 1 a 0 contra o Campinense seria goleada, os jogadores obedeceram.

    E com gol de Peixoto, aos 45 minutos do primeiro tempo, o Fantasma de Vila Oficinas bateu a Raposa sem sofrer gols e leva uma boa vantagem para o jogo da volta das oitavas de final da Série D. A peleja está marcada para a semana que vem no Amigão, em Campina Grande.

    Os paranaenses, que contaram com a estreia dos ex-botafoguenses Doda, titular, e Nata, o qual entrou no segundo tempo, mandaram na primeira etapa da partida. Eles foram premiados com o gol no último lance da fase.

    Sem poder de fogo no tempo inicial, o Campinense até tentou voltar mais aceso no segundo tempo, porém não foi suficiente. Artilheiro da Raposa na competição com cinco gols, o atacante Rodrigão entrou após o intervalo e até tentou mudar o quadro. Sem sucesso.

    O volante rubro-negro Magno, amarelado aos 10 minutos de jogo, está fora do jogo da volta por conta do terceiro cartão.

    No Amigão, domingo que vem, às 16h, o Campinense vai precisar vencer o Operário-PR com dois ou mais gols de diferença para avançar na Série D.

    Caso a Raposa reproduza seu oponente e vença por 1 a 0, a decisão vai para os pênaltis. Qualquer empate coloca o Operário-PR nas quartas de final. As informações são do blog Voz da Torcida.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here