Campinense age rápido e anuncia substituto de Diá no comando da equipe

0

Não demorou mais que duas horas o intervalo entre a oficialização da saída de Francisco Diá e a escolha do novo técnico do Campinense Clube.

Embora o presidente William Simões tenha optado por não confirmar o nome do profissional na coletiva da tarde de ontem, nesta terça-feira (21) o dirigente vai anunciar a chegada do gaúcho Paulo Moroni, de 55 anos, que estava atuando no Parnahyba do Piauí, atual terceiro colocado do Grupo A-6 da Série D.

A rapidez na escolha tem um motivo: entre maio e junho do ano passado, quando deixou o Piauí Esporte Clube durante o estadual, o treinador fez uma espécie de estágio com o colega Francisco Diá no Campinense.

Moroni participou como expectador de toda a preparação da Raposa na reta final do Paraibano 2015, ocasião em que o Rubro-Negro sagrou-se campeão do seu centenário.

O período em que praticamente morou na concentração do estádio Renatão aproximou o treinador do presidente William Simões e encaminhou uma oportunidade que está se concretizando agora.

Formado técnico em 1997, na Escola de Educação Física do Exército (Esefex), no Rio de Janeiro, Paulo Moroni já trabalhou em quase 20 clubes, dentre os quais Treze e Botafogo-PB.

Em 2011, inclusive, no Belo, o técnico foi contratado para assumir o cargo deixado por Diá, seu amigo particular. Situação que se repete agora.

Na ocasião, não teve uma passagem tão marcante, mas conseguiu levar o Alvinegro da Estrela Vermelha à segunda fase da Copa do Brasil, eliminado o Vitória da Bahia em pleno Barradão.

Tetracampeão piauense, com taças pelo Flamengo, no Piauí, duas vezes, e Parnahyba, Moroni praticamente polarizou sua carreira naquele Estado e no Rio Grande do Norte, onde trabalhou em América de Natal, ABC, Baraúnas (campeão em 2006), Santa Cruz e São Gonçalo.

Comandou também Central de Caruaru, em rápida passagem, Confiança-SE e Bacabau-MA.

Em 2011, pelo Santa Cruz-RN, o gaúcho chegou às oitavas de final da Série D, fase em que viu seu time ser eliminado pelo Treze.

A chegada de Paulo Moroni em Campina Grande está prevista para a noite desta terça-feira.

Nesse caso, ele só vai ter dois dias para trabalhar a equipe que encara o Fluminense de Feira-BA, domingo, no Joia da Princesa.

A Raposa está em situação delicada na Série D, com um ponto em dois jogos, na lanterna do Grupo A-9. As informações são do Voz da Torcida.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here